Substituto de Plínio na defesa, Naylhor destaca evolução do Botafogo

Com o capitão Plínio suspenso, Naylhor é o favorito para atuar ao lado de Ednei e assim fazer a reestreia com a camisa do Botafogo no Campeonato Paulista

Foto: Luís Augusto / Arquivo

Pela primeira vez após seis rodadas do Campeonato Paulista, a defesa do Botafogo não contará com a dupla formada por Ednei e Plínio. A mudança no miolo de zaga acontecerá de maneira forçada, afinal o técnico Léo Condé não poderá contar com o capitão Plínio, que recebeu o terceiro cartão amarelo no último compromisso do Tricolor contra o Guarani, em Campinas, e agora ele irá cumprir suspensão.

O nome mais cotado para ficar com a vaga é de Naylhor. Defensor que retornou para a segunda passagem pelo Tricolor, Naylhor ainda não entrou em campo pelo Pantera nesta temporada. O jogador vinha aprimorando o condicionamento físico e agora garante que se for confirmado para atuar como titular estará pronto. “Estou ansioso, como todo jogador fica porque quer muito jogar, mas não sei ainda qual será a opção do professor. Só que se ele optar por mim para substituir o Plínio eu vou entrar e dar o meu máximo”, disse Naylhor.

Naylhor tem acompanhado os desempenhos nos jogos do Botafogo do banco de reservas e garante que tem visto evolução dentro de campo. “A equipe vem apresentando evolução muito grande e se você pegar como parâmetro os jogos que fizemos fora de casa, então nosso melhor jogo foi contra o Guarani. Em termos de criação, compactação e marcação o nosso time foi muito bem. Faltou converter isso em gols”, apontou o zagueiro.

O defensor garante que o elenco está focado no objetivo de tirar o Tricolor das últimas colocações do Paulistão e que a receita para conquistar os resultados é uma só. “Não é estalar os dedos e vamos ganhar todas as partidas, futebol não é assim. Tudo depende do trabalho do dia-a-dia e eu vejo que a gente pode dar muitos frutos no decorrer da competição. Nosso time é muito bom”, garantiu.

O Botafogo entra em campo nesta sexta-feira (15), às 21h, para enfrentar o Red Bull Brasil, no Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas. O Tricolor está na 14ª colocação na classificação geral, com 4 pontos ganhos.