Quarta derrota em seis jogos complica Botafogo contra rebaixamento

Jogadores e comissão técnica falam que time está evoluindo, porém admitem que não há mais margem para repetição de erros na luta do Tricolor contra o rebaixamento

Após a vitória contra o São Caetano, o Botafogo viu surgir uma pequena possibilidade de se colocar como candidato à briga pela classificação à próxima fase do Paulistão, porém a derrota para o Guarani, por 2 a 0, no Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas, neste domingo (10), voltou a mostrar que a realidade para o Tricolor será mesmo a luta contra o rebaixamento.

O time do técnico Léo Condé sofreu a quarta derrota em seis rodadas e até o momento só conseguiu pontuar em dois jogos, exatamente contra os dois times que estão atrás do Pantera na classificação e dentro da zona de rebaixamento: empate contra São Bento (1 a 1) e vitória contra o São Caetano (3 a 0), ambas no Santa Cruz.

Com apenas 4 pontos em metade da primeira fase do Estadual, o Tricolor está apenas um ponto a frente de São Bento e São Caetano. Nas contas do clube, de 12 a 13 pontos seriam  necessários para se manter na Série A1. “O início ruim nosso colocou a gente para brigar na parte de baixo da tabela, essa é a realidade desse momento e não vamos ficar fantasiando nada. Os jogadores têm ciência disso e passamos isso para eles, que esse é um campeonato de tiro curto. Agora, nesses seis jogos restantes tem que todo mundo se doar um pouco mais para a gente tirar o Botafogo dessa situação incômoda e será uma briga muito árdua”, apontou o técnico Léo Condé.

Comissão técnica e jogadores garantem que o time está apresentando evolução dentro de campo, porém todos não escondem que será preciso muito mais para evitar a queda do time, que está na elite do Campeonato Paulista de maneira consecutiva desde 2009. “O grupo virou a chave depois da vitória contra o São Caetano e sabe que o nosso início realmente foi muito aquém, até pelo pouco tempo de trabalho que a gente teve. Agora não tem mais desculpa, não tem mais tempo de prolongar esse momento ruim. Nossa sequência será bastante complicada, mas vimos um jogo excelente do Botafogo contra o Guarani e mostrou que podemos nos recuperar”, disse o goleiro Rodrigo Viana.

O Tricolor volta a jogar em Campinas nesta sexta-feira (15), às 21h, para enfrentar o Red Bull Brasil, no Estádio Moisés Lucarelli. Léo Condé já sabe que terá desfalque certo do capitão Plínio, que recebeu o terceiro cartão amarelo. Naylhor, que ainda não atuou nesta temporada, deverá ser o escolhido para atuar na zaga com Ednei.