Paulistas no Brasileirão: No Majestoso, quem sorriu foi o Corinthians

Nesse fim de semana, Palmeiras e Corinthians vencem, Santos continua sem marcar e o São Paulo perde a invencibilidade; as três partidas tiveram participação do VAR

Foto: Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians

Na sexta rodada do Campeonato Brasileiro, apenas Corinthians e Palmeiras venceram, a vitória alviverde fez a equipe do Felipão disparar na liderança. O Santos ficou no empate e o São Paulo não conseguiu superar o tabu no Itaquera e perdeu o duelo e posição na tabela para o time alvinegro. Confira o resumo:

Botafogo 0x1 Palmeiras

No sábado (25), Botafogo e Palmeiras se enfrentaram no estádio Mané Garrincha e com a ajuda do VAR o alviverde conquistou mais uma vitória. O Botafogo foi com a estratégia de sair jogando com troca de passes e sem chutões, o Palmeiras de subir a marcação para desarmar a equipe carioca. Quem se deu melhor na estratégia foi o time de Felipão, que dominou a partida no primeiro e não correu risco. A chegada com perigo só aconteceu nos minutos finais da primeira etapa, quando Deyverson desviou de cabeça, a bola passou perto da trave.

No segundo tempo, a superioridade alviverde continuou e aos 12 minutos abriu o placar. O VAR entrou em ação e o árbitro Paulo Roberto Alves Junior marcou pênalti de Gabriel sobre o Deyverson. Gustavo Gomez foi para a cobrança e converteu. O Botafogo tentou reverter o placar, se soltando mais, porém não ofereceu perigo para o goleiro Weverton e não conseguiu segurar o domínio alviverde.

Santos 0x0 Internacional

No domingo (26), o Santos recebeu o Internacional na Vila Belmiro e fizeram um duelo equilibrado. O time do Sampaoli começou assustando o Colorado, quando Sanchez recebeu de Victor Ferraz e tocou para o Rodrygo cruzar. O goleiro Marcelo Lomba desviou impedindo a ação santista. Mas após o lance, o Inter começou a marcar a saída santista e conseguiu o domínio da partida. Aos 30 minutos, o Colorado chegou a abrir o placar, mas foi anulado pelo VAR. O atacante Guerrero saiu na cara do goleiro Vanderlei e tocou para Parede completar no gol livre.

No segundo tempo, o Inter chegou com perigo também, mas com as alterações do técnico Odair Hellman, o Colorado perdeu o domínio e o Santos atacou mais, principalmente com Rodrygo pelos lados. Aos 38 minutos, o placar teve chance de ser alterado quando o árbitro Rodrigo Taski marcou pênalti de Victor Cuesta sobre Rodrygo. Mas o VAR foi acionado e a penalidade foi anulada.

Corinthians 1×0 São Paulo

12 jogos, nove derrotas e três empates. Esses são os números do São Paulo na Arena Itaquera. O Majestoso foi do jeito que o Corinthians gosta, gol no começo para controlar a partida. Com a vitória, o time alvinegro subiu na tabela para a terceira posição, passando o São Paulo, que agora está em quarto e perdeu a invencibilidade na competição. Os dois times vieram alterados, o Corinthians com Sornoza no lugar do Jadson e o São Paulo com Vitor Bueno no time titular.

A equipe do Cuca ficou perdida do começo ao fim, com muitos erros e com um nervosismo evidente. O Corinthians pressionava e aos sete minutos, Pedrinho marcou para os donos da casa, após a bola desviar no zagueiro Arboleda. O São Paulo até marcou, mas o lance foi anulado. Reinaldo cobrou uma falta, Cássio espalmou e, no rebote, Arboleda, impedido, mandou para o gol. O segundo tempo não foi diferente, mesmo com posse de bola maior do tricolor, o Corinthians dominou a partida, ficando confortável sem a bola e oferecendo perigo com os contra-ataques. O VAR também apareceu no Itaquera, anulando o cartão vermelho de Hernanes no fim da segunda etapa.

Nenhuma postagem para exibir