Parceria entre Comercial e I9 promete potencializar contratos de jovens jogadores

Na manhã dessa segunda-feira (2), representantes do clube e da academia oficializaram a união

Foto: Reprodução/Grupo Thathi de Comunicação

Na manhã desta segunda-feira (2), aconteceu uma coletiva para a apresentação oficial da parceria entre o Comercial e a Academia de Futebol I9.

Com um contrato de cinco anos, com mais cinco renováveis, a I9 assumiu as categorias de base sub-11, sub-13, sub-15 e sub-17, sendo responsável por todas as despesas. Eduardo Zanello, representante da academia, disse que a parceria foi pensada desde o começo com o clube.

“A conversa inicial foi no ano passado, logo que assumimos a I9. A gente entendia que futebol base necessita de estrutura física e essa ideia foi amadurecendo. Nunca houve pressa para desenvolver a parceria e foi uma coisa que aconteceu naturalmente. Nós oferecemos a estrutura física, a tecnologia de trabalho e o Comercial entra com a marca, aproveitando a região que é um celeiro de craques”, contou Zanello.

Mesmo a base sendo de total responsabilidade da academia, o Comercial indicará três profissionais representantes. Os profissionais não terão direito de gerência, exclusivo da I9, mas acompanharão de perto a parceria e participação nas discussões.

A nova parceria tem como principal objetivo contribuir para o ativo do clube no direito econômico do atleta por meio do selo de clube formador. O selo permite que a equipe assine contrato profissional com o jogador a partir dos 14 anos e, assim, tendo direito nas futuras negociações, potencializando o vínculo contratual.

“O comercial não tem o selo de formador, porque não tem estrutura física para centro de treinamento. Com a parceria nós teremos a chance de conseguir. Sem esse selo assinamos um contrato com o atleta, mas é de amador. Então se o pai ou empresário do jogador quiser que nós liberamos ele, somos obrigados a liberar. Nosso objetivo é ter direitos econômicos de atletas nas mais diversas equipes, principalmente aquelas que podem fazer grandes negociações. Nós vamos comercializar os jogadores, mas a densidade financeira nós vamos ganhar segurando os percentuais ou parte dos percentuais para que nas ações futuras com os clubes que os nossos atletas tiverem vinculados. Quanto mais atletas tivermos dessa maneira, mais vamos revelar, mais vamos fazer recurso”, disse David Isaac, vice-presidente do Comercial.

Para Ademir Chiari, presidente do Comercial, a parceria também é positiva porque o clube não vai ter mais gastos com a base. “A I9 assumiu os subs-11,13,15 e 17, com todas as despesas, inclusive de treinamentos e viagens. Eles também vão cuidar da escolha de treinadores e preparadores. Por isso essa parceria é muito interessante para nós, o Comercial terá a estrutura, mas sem o gasto”, acrescentou Chiari.

Nesse segundo semestre, a I9 já vai começar a montar as equipes, com seleções dos atletas. A sub-15 já está treinando no CT Santa Iria e a previsão é que até essa semana as outras categorias também comecem a treinar no local.