Foto: Reprodução / Grupo Thathi

A liberação do Estádio Santa Cruz para receber o jogo contra o Corinthians e também a autorização para receber público nesta partida, agendada para o dia 24, às 19h, dependerá do aval da Polícia Militar. No Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), assinado pelo Botafogo ainda em dezembro com o Ministério Público e a Polícia Militar, ficou determinado em uma das cláusulas de que o local não poderia sediar nenhum jogo contra um dos grandes clubes do Estado enquanto ainda estiver ocorrendo as obras para a construção da Arena Eurobike.

Porém, o promotor Ramon Lopes Neto, que atua na área de defesa do consumidor e assinou também o TAC, admite que é possível que a partida seja mantida no Santa Cruz. Para isso, o clube precisa comprovar o adiantamento das obras e convencer a Polícia Militar de que não haverá riscos para a segurança dos torcedores. “O acordo prevê que nos jogos contra os grandes o Estádio Santa Cruz não seja utilizado caso a reforma não esteja finalizada, segundo a visão da Polícia Militar. Porém, eventualmente a reforma pode não estar concluída e o que faltaria apenas seriam elementos estéticos e nada haveria no local que pudesse causar prejuízo aos torcedores. Não teria problema nenhum de autorizar o uso do estádio se, por exemplo, não haja nenhum tipo de entulho ou resto de material de construção ainda disponível no local”, afirmou o promotor.

Ramon Lopes Neto garante que o Ministério Público irá respeitar a determinação dada pela Polícia Militar para tomar uma decisão sobre o jogo contra o Corinthians. “A palavra final vai ser dada pela Polícia Militar. Se houver segurança para a realização do evento dentro do estádio, na visão da Polícia Militar, então não haverá problema em utilizar o Santa Cruz. Mas, se a Polícia entender que alguma circunstância em decorrência da obra ainda oferece alguma possibilidade de risco que coloque os torcedores em uma situação inadequada, então o próprio TAC já prevê que o estádio não seja utilizado” ressaltou.

Nesta quinta-feira (7) já houve uma primeira reunião entre Polícia Militar e Adalberto Baptista, presidente do Conselho de Administração do Botafogo S/A. Na próxima semana, um novo encontro será realizado e o Botafogo tentará comprovar à PM que o Estádio Santa Cruz terá condições de aumentar a capacidade atual liberada, que é de 11,2 mil torcedores, e também receber as duas torcidas sem problemas com relação à segurança.

A Polícia Militar terá que fazer a vistoria final no estádio até o dia 14 de fevereiro, dez dias antes do duelo contra o Corinthians. A Arena Eurobike só deverá ser totalmente concluída no final de março e a inauguração deverá acontecer na apresentação internacional do “Abba The Show”, em 19 de abril.