Morre o radialista Adalberto Valadão, aos 78 anos, em Ribeirão Preto

Ele lutava contra um câncer e estava internado desde sábado (11) no hospital Beneficência Portuguesa

Radialista lutava contra um câncer e estava internado desde sábado (11)

O radialista e comentarista esportivo Adalberto Valadão morreu na madrugada desta segunda-feira (13), aos 78 anos, em Ribeirão Preto. Ele lutava contra um câncer e estava internado desde sábado (11) no hospital Beneficência Portuguesa.

Valadão que trabalhou por 60 anos em emissoras de rádio da cidade, atualmente fazia parte do quadro de comentaristas da CBN Ribeirão, mas estava afastado desde outubro do ano passado devido ao tratamento de saúde.

O jornalista e apresentador César Caparelli, que trabalhou entre os anos 1994 e 1997 como supervisor de operações do programa Thathi Esportes que era comandado pelo José Luis Datena com comentários de Valadão, do Sócrates e do Zenon, ex-jogador do Corinthians, contou que Valadão foi um grande companheiro de jornada.

“O Thathi Esportes marcou época trazendo informações dos times de Ribeirão Preto. Valadão foi uma grande figura, foi um gentleman em vida, apesar de ácidos nos comentários, mas muito contundente. Muito gente boa no dia a dia, um cara muito especial”, disse Caparelli.

O corpo do comentarista será velado nesta segunda-feira e o sepultamento está previsto para às 13h, no Cemitério da Saudade, nos Campos Elíseos.

Equipe do programa Thathi Esportes entre os anos de 1994 e 1997 – Foto: Arquivo/César Capareli

Nenhuma postagem para exibir