Goleiro Tiago Cardoso e lateral Vinícius Freitas são apresentados no Botafogo

Tiago Cardoso não se arrepende de ter saído do Tricolor após a conquista do acesso na Série C e Vinícius Freitas alega ter recusado outras propostas para fazer parte do projeto do clube

Foto: Luís Augusto / Agência Botafogo

O Botafogo apresentou oficialmente, na tarde desta quinta-feira (16), mais dois reforços contratados pelo clube que já estão integrados ao elenco que está disputando a Série B do Campeonato Brasileiro. Um deles é um velho conhecido da torcida, que é o goleiro Tiago Cardoso, 35, um dos heróis na campanha do acesso do Tricolor na Série C do ano passado, enquanto que o segundo reforço é o lateral-esquerdo Vinícius Freitas, que chega para brigar pela posição com Pará.

Continua depois da publicidade

O arqueiro teve atuação determinante no jogo do acesso pela Série C ao pegar a cobrança de Marcos Aurélio na decisão por pênaltis contra o Botafogo-PB, no Estádio Santa Cruz. Após essa partida, Tiago Cardoso era apontado como um dos nomes certos para seguir no Pantera para a temporada seguinte, porém o atleta decidiu se transferir para o Goiás antes mesmo da semifinal da Série C contra o Cuiabá-MT.

“Não me arrependo de ter saído naquele momento. Creio que o meu trabalho no ano passado foi muito bem feito e dentre tantos goleiros no Brasil o Goiás veio procurar o Tiago Cardoso. Deu certo ir para o Goiás, joguei duas partidas, que foi o jogo do acesso e o último jogo em casa. Para um atleta isso é muito importante, dei o meu melhor no Botafogo e acredito que há um propósito para que esteja aqui de volta ao Botafogo”, revelou Tiago Cardoso.

Na atual temporada, o goleiro defendeu a camisa do Mirassol, mas só esteve em campo em quatro partidas pelo Paulistão porque conviveu com lesões que o impediram de ter uma sequência maior de jogos. O atleta admite que está correndo atrás do prejuízo, mas se coloca à disposição para brigar pela titularidade com Darley e os demais goleiros botafoguenses. “Cheguei bem abaixo das minhas condições físicas até porque passei 46 dias me recuperando de uma lesão. Mas, clinicamente estou bem, fisicamente e tecnicamente quero continuar crescendo e estou bem para poder ajudar a todos”, disse o arqueiro, que assinou com o Tricolor até 10 de dezembro.

Quem também fez apenas quatro jogos no ano foi o lateral Vinícius Freitas. Atuando pela Chapecoense-SC, o jogador esteve em ação apenas em partidas válidas pelo Campeonato Catarinense e o último jogo em que ele atuou foi no clássico diante do Avaí-SC, em 7 de abril. “Para mim é uma honra poder vestir essa camisa por onde começaram jogadores como Sócrates e Raí, que foram jogadores de classe mundial. O que me motivou realmente é poder fazer parte desse projeto e a gente está nessa vida para buscar desafios. Tinha propostas de outros clubes de Séries A e B, mas optei por estar aqui porque quero estar aqui e quero fazer história com essa camisa”, afirmou o lateral.

Vinícius despontou com brilho nas categorias de base do Cruzeiro e foi vendido para a Lazio-ITA tendo apenas 19 anos e sem ter sequer atuado pelo profissional. Na Itália, ele passou também por clubes como Padova e Perugia. O lateral também atuou no futebol grego e suíço antes de retornar ao Brasil e assinar contrato com a Chape. O passe de Vinícius Freitas ainda pertence ao time de Chapecó-SC e ele foi emprestado ao Botafogo até 31 de dezembro.

“Meu maior objetivo é chegar no final do ano e comemorar o acesso com Botafogo, quem sabe com cinco rodadas de antecedência (risos). O Botafogo tem uma camisa que tem que ser respeitada e acredito que todos estão cientes do projeto e da importância desse ano para todos nós”, afirmou o jogador.