Goiás tem 10 jogadores com Covid-19 e não joga contra São Paulo; partida foi suspensa

Goiás e São Paulo vão jogar em outra data a ser confirmada pela CBF

A partida entre Goiás e São Paulo, marcada para acontecer neste domingo (9), no estádio Hailé Pinheiro, em Goiânia, pela primeira rodada do Campeonato Brasileiro, foi suspensa pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva.

A decisão ocorreu porque dez jogadores do elenco do Goiás testaram positivo para a covid-19. Oito deles seriam titulares contra o São Paulo, o que acabou prejudicando consideravelmente os planos do time esmeraldino para a partida deste domingo.

“O respaldo é muito simples. Dez dos 23 atletas que estavam concentrados testaram positivo. Infelizmente, recebemos esses resultados apenas no dia de hoje. Todos os jogadores positivos estavam concentrados. Recebemos essa notícia hoje pela manhã. Diante disso, preferimos agir com coerência, pedimos para que o jogo fosse adiado. Entramos com a liminar no STJD com essas alegações, porque desportivamente iria ser algo totalmente descabido. Teríamos 11 jogadores em campo e dois no banco de reservas. Tivemos que pedir essa liminar com o intuito de rever essa partida. Ia ser uma festa bonita, o circo todo estava armado, mas, por questões de segurança e saúde, foi melhor adiar. A gente não sabe dizer se os outros jogadores que testaram negativo foram contaminados. Prevaleceu o bom senso”, disse o presidente do Goiás, Marcelo Almeida, à TV Globo.

O São Paulo foi solidário ao adversário e se manifestou apoiando a decisão adotada pela Confederação Brasileira de Futebol.

Nenhuma postagem para exibir