Empolgou? Brasil vence a Argentina e se garante na final da Copa América

Duas seleções fazem um bom jogo e Gabriel Jesus volta a marcar gol pela equipe brasileira após 724 minutos

Nesta terça-feira (2), o Brasil venceu a Argentina por 2 a 0, pela semifinal da Copa América. A partida realizada no estádio do Mineirão, em Belo Horizonte, teve gols de Gabriel Jesus e Gabriel Firmino. O resultado coloca a seleção brasileira na final da competição após 12 anos. A decisão será no domingo (7), no Maracanã, contra Chile ou Peru.

Os mais nostálgicos e românticos se lembram da “Batalha de Rosário”, da vitória categórica na Copa de 82 com Serginho Chulapa, Sócrates e Júnior e a expulsão do Maradona, o golaço de Bebeto em 89 no quadrangular da Copa América, de um Maradona decisivo na Copa de 90. São tantas memórias e confrontos que tornaram Brasil e Argentina em um dos mais simbólicos clássico do futebol mundial. E mesmo as duas seleções não empolgando tanto, a rivalidade transforma a relação torcedor e equipe.

Primeiro tempo

O 103º duelo, segundo a FIFA, era na semifinal da Copa América, Brasil tentando se encontrar e a Argentina com um ídolo mais como vaga-lume do que um farol. A partida superou as expectativas, e as duas equipes fizeram um bom jogo. O primeiro tempo teve como destaque o lateral Daniel Alves, que anulou as subidas pelo lado esquerdo, além de iniciar a bela jogada do primeiro gol brasileiro.

Aos 18 minutos, Daniel Alves deu um lençol em Acuña pela direita, limpou Paredess e deu um belo passe para Firmino. O atacante cruzou rasteiro no meio, e Gabriel Jesus escorou para o gol. Uma bela jogada e o placar foi aberto, dando tranquilidade para o time do Tite. 1 a 0 Brasil.

A Argentina logo tentou a reação, testando a defesa do Brasil. Messi cobrou falta na cabeça de Aguero, que acertou o travessão e deu um susto no Mineirão. O camisa 10 ainda conseguiu deixar o atacante do Manchester City livre de marcação dentro da área, mas o chute parou na marcação brasileira e foi para a linha de fundo.

Segundo tempo

Na segunda etapa, a Argentina manteve o bom momento que teve no primeiro tempo e o Brasil com a sensação de que se bobear, tomaria o gol. Messi assustou com um chute na trave. A resposta brasileira veio com Gabriel Jesus, que arrancou sozinho do meio de campo, invadiu a área e deixou Firmino na cara do gol. O atacante só precisou empurrar para a rede. 2 a 0 Brasil.

A Argentina sentiu o gol. O técnico Scaloni fez substituições que deixaram a equipe desorganizada. A equipe Albiceleste suportou o placar de 2 a 0. Não foi a melhor partida da competição, mas ideal para ser relembrada. A Argentina foi corajosa, tendo a melhor apresentação na Copa América. O Brasil teve momentos de instabilidade e boas apresentações individuais, seguindo para a final da competição.