Com boa atuação defensiva, Botafogo empata com o Bragantino

Pantera cumpriu bem a sua estratégia de jogo e conquistou um ponto em Bragança Paulista

Nesta sexta-feira (9), Botafogo e Bragantino não saíram do 0 a 0, na partida válida pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro Série. O empate sem gols, no estádio Nabi Adi Chedi, garantiu um ponto para o Pantera, que agora tem 24 pontos e depende de outros resultados para ficar no G4.

Primeiro tempo

O plano do Botafogo era claro, se defender e apostar no contra-ataque. O Pantera conseguiu trocar alguns passes, mas as principais chegadas e chances foram do Bragantino.

O time da casa só não abriu o placar porque a defesa tricolor interceptou todas tentativas. Aos cinco minutos, Uillian Correia ficou com a sobra e soltou uma bomba. O goleiro Darley saltou e defendeu no alto.

Aos 18 minutos, o Bragantino trocou passe e Ytalo chutou forte para o gol. A bola desviou na defesa tricolor e foi para escanteio. A rápida troca de passes do Massa Bruta envolvia o Pantera.

A chance mais clara do Botafogo de abrir o placar foi aos 46 minutos. Murilo aproveitou rebote do escanteio e soltou uma bomba fora da área para a defesa do goleiro Julio Cesar.

Segundo tempo

O domínio do Bragantino continuou no segundo tempo. O Botafogo que quase abriu o placar no fim do primeiro tempo, precisava melhorar a força dos seus lados, para potencializar os contra-ataques.

Nos 10 minutos, Claudinho enfiou a bola na medida para Roberson, que ganhou na corrida com Luiz Otávio e tocou na saída de Darley. A bola passou raspando na trave.

Aos 18 minutos, Darley salvou o Botafogo. Aderlan tabelou com Uillian Correia, que invadiu a área e bateu forte. O goleiro botafoguense se esticou e espalmou, evitando o primeiro gol da partida.

Quando a partida chegou aos 30 minutos, as duas pecavam no último passe. Os desarmes próximo ao meio de campo eram constantes e as jogadas não tinham continuidade.

O perigo para o Tricolor era quando o Bragantino conseguia trocar passes. Thiago Ribeiro ajeitou de cabeça para Claudinho, que chutou por cima do gol. A bola raspou no travessão. O lance aos 39 definiu o ritmo do final da partida, pressão do Massa Bruta.

A próxima partida do Botafogo é contra o Sport, no sábado (17) na Arena Pernambuco, às 16h30.