Foto: Raul Ramos / Agência Botafogo

A vitória contra o São Caetano, por 3 a 0, no Estádio Santa Cruz, trouxe alívio para jogadores e comissão técnica do Botafogo, porém todos no clube sabem que nada disso é definitivo. Com 4 pontos ganhos, o Tricolor está apenas um ponto a frente de São Caetano e São Bento, que estão na zona de rebaixamento, e o time ainda terá que encarar uma sequência de dois jogos seguidos fora de casa, em Campinas, em que terá que buscar pontos para tentar se distanciar da ameaça de queda.

O primeiro desafio como visitante ocorrerá neste domingo (10), às 20h, contra o Guarani, no Estádio Brinco de Ouro da Princesa. Depois, o compromisso do Pantera será na próxima sexta-feira (15), às 21h, no Estádio Moisés Lucarelli, diante do Red Bull Brasil.

A tendência é que o Botafogo mantenha a mesma escalação que iniciou o último duelo contra o Azulão, porém o técnico Léo Condé abriu a possibilidade de fazer uma ou até duas modificações na equipe em razão do desgaste dos jogadores. “A gente está passando por um momento ainda de achar uma equipe. Fizemos cinco jogos em um intervalo de 16 dias e temos que avaliar o estado físico dos atletas porque vai ser um jogo muito forte contra o Guarani e depois já teremos o Red Bull na sexta-feira (15)”, afirmou o treinador.

Além de buscar uma formação ideal, Condé também espera pelo melhor condicionamento dos atletas. “Não gosto de ficar mudando muito. A gente muda por necessidade e no sentido de tentar ainda achar a melhor formação. A gente ainda não está com todos os jogadores em um nível ideal e precisamos ainda de mais umas duas semanas de trabalho para ter esse grupo todo homogêneo. Vamos avaliar a equipe do Guarani e vamos mandar aqueles jogadores que estão mais inteiros para o jogo”, ressaltou.

Uma mudança que pode ocorrer seria uma troca de volantes com a entrada de Diones na vaga de Willian Oliveira. O volante Denílson, principal contratação do Botafogo, seguirá como opção no banco de reservas pela segunda rodada consecutiva.

O que é certo é que o treinador botafoguense não poderá contar com o zagueiro Roger, recém-contratado por empréstimo do América-MG, que ainda não foi registrado na Federação Paulista de Futebol. O meia Wellington Bruno também não viajou com o grupo porque passa pelo processo de transição do departamento médico para o trabalho com a preparação física. Ele só deverá voltar a atuar no duelo contra o Corinthians, daqui duas rodadas.

FICHA TÉCNICA
Guarani x Botafogo
Campeonato Paulista – 6ª rodada
10/02/2019 – 20h
Estádio Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas
Árbitro: Luiz Flavio de Oliveira
GUARANI – Giovanni; Léo Príncipe, Ferreira, Victor Ramos e William Matheus; Deivid, Ricardinho, Lucas Crispim e Diego Cardoso; Thiago Ribeiro e Fernando Viana. Técnico: Osmar Loss.
BOTAFOGO – Rodrigo Viana; Lucas Mendes, Ednei, Plínio e Pará; Evandro, Willian Oliveira (Diones) e Renan Oliveira; Pimentinha, Bruno Moraes e Felipe Saraiva. Técnico: Léo Condé.