Brasileirão: entre os paulistas, apenas Palmeiras vence

Neste fim de semana, apenas Palmeiras conseguiu os três pontos. Corinthians e São Paulo ficaram no 1 a 1 e Santos conquistou um ponto no empate sem gols. A dupla Sansão perdeu o 100% de aproveitamento no Brasileirão. Confira o resumo:

Vasco 1×1 Corinthians

Mais um jogo sem grande exibição do time de Fabio Carille. O Corinthians foi até Manaus enfrentar o Vasco, e, com o time misto, mostrou um futebol sem criatividade. Quem abriu o placar primeiro foi a equipe paulista, aos 17 minutos, em um jogada individual de Mateus Vital. Jogada individual é a pouca coisa que surpreende o torcedor corintiano, nas atuações apáticas do time.

Aoa 39 minutos, o Vasco contou com a ajuda do VAR e o árbitro Rodrigo D’Alonso Ferreira marcou pênalti para o cruzmaltino. Maxi Lopez foi para a cobrança e converteu, 1 a 1. No segundo tempo, o Corinthians melhorou um pouco, principalmente com a entrada de Clayson e Pedrinho, mas não foi o suficiente para sair com a vitória.

Palmeiras 1×0 Internacional

Palmeiras e Internacional fizeram um jogo fraco tecnicamente. Com muita vontade e pouca inspiração, criatividade e com um pouco de confusão, o time de Felipão venceu por 1 a 0, no sábado (4). O gol alviverde saiu aos 14 minutos, após Dudu bater escanteio e Deyverson cabecear, livre, para o fundo do gol.

Até o final, o Inter possuiu maior posse de bola, com maior número de passes, mas pouco chegou ao gol. O Colorado finalizou apenas duas vezes contra cinco do Palmeiras, o time de Odair Hellmann pecou na criação. Já o time do Felipão ficou na sua mais forte característica, se fechou e jogou por um contra-ataque.

São Paulo 1×1 Flamengo

O São Paulo recebeu o Flamengo, no domingo (5), no estádio do Morumbi embalado com vitórias nas duas primeiras rodadas. O time carioca foi com o time reserva, poupando jogadores para a Libertadores e o tricolor contou com a estreia do Walce, já que não contava com Arboleda e Igor Vinicius. O time do Cuca começou pressionando o Flamengo, mas quando o rubro negro teve oportunidade, abriu o placar, aos oito minutos com Berrío.

Depois do gol, o Flamengo se fechou e o Cuca mudou a formação tática na partida. O São Paulo reagiu e pressionou o gol rubro negro, principalmente com jogadas laterais. No segundo tempo, a pressão tricolor continuou, principalmente com a entrada de Helinho. Os cruzamentos eram as principais jogadas, até que aos 37 minutos, Tchê Tchê fez o gol de empate.

CSA 0x0 Santos

O CSA conquistou um ponto em mais um time paulista, primeiro foi Palmeiras e agora o Santos. Com 72% de posse de bola, o time de Jorge Sampaoli foi superior, mas contou com a tarde inspirada do goleiro Jordi. O peixe começou a partida impondo a sua características de jogo, mas não conseguiu em converter em gol. A principal chance foi com o lateral Jorge, que bateu na trave do time alagoano.

O segundo tempo não foi diferente, o Santos sofria com as criações. A entrada de Jean Mota e Soteldo fez com que o time melhorasse, mas não foi o suficiente para mandar a bola para o fundo da rede. O CSA ainda perdeu um gol aos 30 minutos, quando Didira lançou Victor Paraíba em profundidade. O camisa 16 entrou livre na área e driblou o goleiro Vanderlei, mas pegou mal na bola na hora de concluir e mandou para fora.

Nenhuma postagem para exibir