Botafogo sofre gol nos acréscimo, perde do Bragantino e dá adeus à chance de subir

Equipe saiu perdendo por 2 a 0 e teve um jogador expulso, buscou o empate, mas cedeu gol nos acréscimos

Pará, lateral do Botafogo - Foto José Bazzo/Agência Botafogo

O Botafogo mostrou empenho e poder de reação, mas foi derrotado pelo Bragantino por 3 a 2, nesta sexta-feira (8), no estádio Santa Cruz, pela 34ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. Com o resultado, o Tricolor continua na oitava colocação com 47 pontos, mas dá adeus à chance de disputar uma vaga na Série A em 2019. Sem ambições maiores no torneio, o Pantera volta a campo na próxima quarta-feira (13), às 21h30, quando enfrenta o Sport no estádio Santa Cruz.

Continua depois da publicidade

O Botafogo entrou em campo com a mesma formação da última partida, quando venceu o Oeste por 2 a 0, fora de casa. Logo aos 2 minutos, Nadson invadiu a área e tentou fazer o cruzamento para Bruno Moraes, mas o goleiro Julio Cesar cortou.

No minuto seguinte, porém, o Bragantino conseguiu chegar ao gol. Vitinho tocou para Aderlan, que foi derrubado dentro da área. Edimar bateu o pênalti e fez 1 a 0.

Perdendo o jogo, o Tricolor tentou responder aos 13 minutos com Nadson, que mandou no canto e a bola passou perto da trave.

O Bragantino também criou ótima chance aos 35 minutos, quando Roberson ficou com a bola na entrada da área e encheu o pé para ótima defesa de Darley. Na sequência, Aderlan cruzou para Roberson, que desviou de cabeça por fora.

Segundo tempo

No segundo tempo, o Botafogo voltou com Julio Cesar e Rafael Costa nos lugares de Saraiva e Bruno Moraes, respectivamente. Aos 19, o Pantera buscou o empate e teve a chance com Nadson, que ficou com a sobra de Julio Cesar, mas concluiu para fora.

Dois minutos depois, o Bragantino ampliou. Ryller chutou forte e acertou o canto: 2 a 0.

A situação do Botafogo ficou ainda pior quando Rafael Costa foi expulso. Mesmo com um jogador a menos, o Tricolor mostrou muito empenho e diminuiu em uma cobrança de falta de Murilo.

O Pantera ainda insistiu e empatou. Aos 46 minutos, Bruno José recebeu de Murilo e tocou na saída de Julio Cesar.

Quando o jogo caminhava para terminar empatado, o Bragantino conseguiu chegar ao terceiro gol. Aos 48 minutos, após uma cobrança de escanteio, Thiago Ribeiro ficou com a sobra e encheu o pé. A bola bateu no travessão e entrou.