Botafogo reage, mas não evita derrota para o Figueirense na Série B

O Pantera não começou bem a partida, fez alterações no segundo tempo em busca do placar, mas não evitou a primeira derrota fora de casa

Foto: Raul Ramos/Agência Botafogo
Continua depois da publicidade

Nesta terça-feira (11), o Figueirense venceu o Botafogo por 2 a 1, em partida válida pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro Série B, no estádio Orlando Scarpelli. Os gols foram marcados por Rafael Marques e Ruan Renato pelo Figueirense e Rafael Costa descontou para o Pantera. 

O Botafogo queria recuperar a liderança e contava com a excelente marca como visitante, em quatro partidas, fora de casa, venceu três e empatou uma. O Figueirense vinha de empate com sabor de derrota contra o Oeste e buscava terminar no G4.

Tudo indicava para um jogo equilibrado, mas o Figueirense mostrou mais concentração e dominou o primeiro tempo. Logo aos seis minutos, Fellipe Mateus recebeu na entrada da área e bateu colocado em direção do ângulo direito. A bola só não entrou porque o goleiro Darley apareceu e fez uma bela defesa.

O Figueira pressionava bastante o Botafogo, que não conseguia sair com a bola dominada. Até que aos 24 minutos, os donos da casa abriram o placar da partida. Willian Popp disparou em velocidade e cruzou rasteiro para a pequena área, a bola encontrou Rafael Marques que tocou para o fundo do gol, 1 a 0 Figueirense.

O primeiro tempo foi totalmente desequilibrado, com uma atuação tricolor abaixo do que era apresentado. O Figueirense só não ampliou o placar por causa de Leandro Amaro, que aos 29 minutos tirou, de cabeça, o chute de Tony em cima da linha do gol, e da trave, em um chute de Willian Popp.

Para o segundo tempo, o técnico Roberto Cavalo fez algumas alterações, com as entradas de Nadson e Henan, no lugar de Júlio César e Jonata Machado, respectivamente. A intenção de Cavalo era do Botafogo se impor no ataque e, aos oito minutos, o time de Ribeirão chegou pela primeira vez com perigo no gol adversário. Henan subiu na área e desviou a bola, de cabeça, para o gol, que bateu na trave.

O Figueirense respondeu aos 11 minutos. Popp avançou pela esquerda e cruzou para Rafael Marques dentro da pequena área. O atacante desviou e acertou o goleiro Darley. No rebote, Fellipe Mateus bateu rasteiro e mandou pela linha de fundo. Quase gol do Figueira.

O Pantera era outro na segunda etapa. E aos 15 minutos, Pará cruzou, Henan ganhou pelo alto de Ruan Renato e a bola sobrou para Rafael Costa bater com força, de primeira, e deixar tudo igual no placar do Orlando Scarpelli. 1 a 1.

O Pantera teve chance de virar em duas oportunidades. A primeira aos 26 minutos, em chute de Rafael Costa defendido pelo goleiro Denis e, aos 27, em uma pancada de Marlon Freitas e também defendida pelo goleiro figueirense. Mas aos 33 minutos, Tony cobrou escanteio, o goleiro Darley saiu mal do gol e o zagueiro Ruan Renato tocou de cabeça. A bola vai no canto direito e recolocava o Figueirense na frente, 2 a 1.