Vídeo | Botafogo perde para a Ponte Preta e fica na zona de rebaixamento

O Pantera começa bem, mas cai de rendimento e perde por 2 a1 para Ponte Preta

O Botafogo foi até em Campinas para tentar uma recuperação no Paulista, mas a equipe de Roberto Cavalo encontrou mais uma derrota. Fechando a 9ª rodada do Paulistão, o Pantera perdeu para a Ponte Preta por 2 a 1. Gols de Hugo Cabral e Matheus Vargas para a macaca e Rafael Costa pelo Botafogo. Nadson perdeu um pênalti para o tricolor.

O Botafogo precisava da vitória e começou bem a partida. O Pantera estava mais organizado e seguro, trabalhava pelos lados com Bruno José e Pará. O domínio era tricolor. A Macaca arriscava chutões com os laterais e zagueiros.

O tricolor de Ribeirão chegou a abrir o placar aos 11 minutos, Naylhor recebeu sozinho uma bola levantada na área, mas a arbitragem marcou impedimento. Aos 18 minutos, em uma boa troca de passes, Pará colocou a bola na risca do gol para o Pimentinha, que de frente para o gol, furou. No minuto seguinte, Nadson levantou a bola para a área e o Rafael Costa cabeceou forte, para uma bela defesa do goleiro Ivan.

Aos poucos a Ponte Preta foi recuperando o domínio na partida e ameaçou o gol do Botafogo. Aos 32 minutos, Luis Ricardo mandou para a área e Naylhor afastou, na volta, Thalles recebeu o cruzamento na área, mergulhou e Darley defendeu. Com a Macaca melhor e com a queda de rendimento do Botafogo, os donos da casa abriram o marcador no final da primeira etapa. Aos 44 minutos, Diego Renan recebeu livre na esquerda, cruzou para área e Hugo Cabral, sozinho, tocou para o fundo da rede. 1 a 0 Ponte Preta.

No segundo tempo, o Botafogo buscou o empate e conseguiu. Aos 3 minutos, Pará recebeu na esquerda, levantou no segundo poste e Rafael Costa tocou de cabeça para o gol. 1 a 1. O tricolor buscava mais uma vez reagir.

Mas a Ponte não se abateu. Aos 8 minutos, após um levantamento do Diego, Edson cabeceou e acertou o travessão. E se no lance, o quase não permitiu o gol alvinegro, aos 12, Matheus Oliveira passou fácil por Pará e cruzou para Matheus Vargas, que só empurrou para o gol. 2 a 1 para a Ponte Preta.

O jogo era dos donos da casa. Mas aos 26 minutos, o árbitro marcou pênalti para o Botafogo. Era a esperança de empate tricolor. Pimentinha tinha lançado Erick Luis, que saiu na frente do goleiro e cometeu a falta. Nadson foi para a cobrança da penalidade, bateu à meia altura e Ivan defendeu.

O Pantera continuou tentando pelo menos conquistar um ponto em Campinas, mas o time não tinha mais força física para empatar.

A próxima partida do Botafogo é contra o Bragantino, sexta-feira (8), às 18h45, no estádio Santa Cruz.