Botafogo empata com o Criciúma fora de casa

Com o resultado de 0 a 0, o Tricolor ocupa agora a sexta colocação, com 21 pontos – seis a menos do que o próprio Criciúma, quarto colocado; Pantera volta a campo pela competição no próximo sábado (18), quando enfrenta o Figueirense

Botafogo empatou com o Criciúma por 0 a 0 pela 16ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série C Foto: Divulgação / Botafogo

O Botafogo empatou com o Criciúma por 0 a 0, neste sábado (11), no Estádio Heriberto Hülse, em Criciúma, pela 16ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série C. Com o resultado, o Tricolor ocupa agora a sexta colocação, com 21 pontos – seis a menos do que o próprio Criciúma, quarto colocado.

Assim, o Pantera tem remotas chances de classificação. Faltando duas rodadas, o time comandado por Argel precisa conquistar duas vitórias e torcer por derrotas do Criciúma, além de tirar uma diferença de sete gols no saldo.

O Botafogo volta a campo pela competição no próximo sábado (18), quando enfrenta o Figueirense, às 21h, no Estádio Santa Cruz. Antes, o Tricolor pega o Velo Clube, na terça-feira (14), às 15h, fora de casa, pela primeira rodada da Copa Paulista.

O jogo

O Botafogo entrou em campo com mudanças no gol, defesa, meio de campo e no ataque. Pela primeira vez na competição, o goleiro Caio começou como titular.

O sistema defensivo teve Rodrigo, Yan Victor, Diego Guerra e Pará. No meio, Bolt atuou ao lado de Caetano e John Everson, enquanto o setor ofensivo contou com Ariel, Bruno Santos e Walter.

Com essa formação, o Botafogo fez um jogo equilibrado diante do Criciúma.

A primeira chance de gol foi da equipe catarinense. Logo aos 4 minutos, Henan recebeu pela ponta direita dentro da área e bateu para fora.

Após os 20 minutos, o Botafogo chegou com perigo em três oportunidades. Na primeira, John Everson arriscou de fora da área e mandou no canto, mas o goleiro Gustavo defendeu. Sete minutos depois, Ariel recebeu pela ponta e finalizou. A bola passou pela pequena área e ninguém completou. Aos 39, a jogada se repetiu com Walter, porém, ninguém mandou para as redes.  

No segundo tempo, os dois times voltaram procurando o ataque. O Criciúma ameaçou com Silvinho, mas o goleiro Caio saiu bem do gol e defendeu. Caio apareceu novamente aos 35, quando Marcão finalizou e o goleiro botafoguense fez grande defesa. 

Já o Botafogo criou duas chances. A primeira com Walter, que desviou de cabeça lateral cobrado por Rodrigo e a bola saiu rente a trave. Nos acréscimos, após uma grande pressão, a bola sobrou para Bruno Michel que desperdiçou praticamente na pequena área mandando por cima do travessão. 

Nenhuma postagem para exibir