Botafogo empata com a Ponte Preta e divide liderança com Bragantino e Londrina

Com a vitória do Bragantino, o time de Ribeirão precisava de uma vitória em Campinas para voltar ao topo da Série B

Foto: Raul Ramos/Agência Botafogo

Nesta sexta-feira (7), o Botafogo foi até Campinas recuperar a liderança e quebrar um tabu de não vencer a Ponte Preta em Campinas. Mas o Pantera não teve a mesma efetividade das outras partidas e não saiu do 0 a 0 contra a Macaca. Com o resultado, o time de Ribeirão fica em segundo lugar, com 16 pontos, os mesmos que do líder Bragantino, que tem saldo de gols maior.

O Botafogo começou o jogo com marcação alta, fazendo com que a Ponte Preta encontrasse dificuldades na partida. A primeira chance de gol foi aos 12 minutos, quando Ygor defendeu o cabeceio de Rafael Costa.

A Ponte Preta respondeu no minuto seguinte, quando Roger recebeu do lado direito da grande área, bateu de primeira no canto esquerdo, mas Darley mergulhou e mandou a bola para escanteio. Aos poucos, a Macaca encontrou o jogo e abusou do toque de bola. O jogo ficou movimentado, com o time de Campinas tomando a iniciativa e o Botafogo chegando com perigo nos contra-ataques.

O segundo tempo não foi diferente. A Ponte Preta tinha maior posse de bola, mas encontrava dificuldades para superar a defesa botafoguense. O Botafogo, por sua vez, esperava o erro do adversário e, também, sofria com a falta de criatividade do setor ofensivo.

Aos 20 minutos, a Ponte Preta teve clara chance de abrir o placar. Marquinhos recebeu a bola no meio, escapou entre a defesa do Botafogo e, de frente para Darley, chutou colocado. O goleiro do Pantera se esticou, fez a defesa e a arbitragem marcou impedimento. Era a Macaca apostando no contra-ataque.

O Botafogo por sua vez não estava contente com o empate. O técnico Roberto Cavalo colocou Henan e Nadson na tentativa de deixar o jogo mais movimentado, aumentar a pressão e melhorar a qualidade do último passe. Aos 33 minutos, a bola sobrou para Henan dentro da área, o atacante cabeceou firme, mas Ygor defendeu de mão trocada e salvou a Ponte.

Não foi um jogo brilhante. Mas tivemos duas equipes em busca da vitória, com suas características. A fidelidade aos estilos das duas equipes, transformou a partida em um bom duelo tático. Sendo assim, mesmo não sendo o placar desejado, o empate no Moises Lucarelli foi justo.

A próxima partida do Botafogo é contra o Figueirense, na terça-feira (11), às 19h15, no estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis. Lembrando que o duelo contra o time catarinense é o último antes da parada para a Copa América.