Botafogo busca primeira vitória contra o Cuiabá para ficar próximo dos líderes da Série B

Faltando apenas duas rodadas para o fim do primeiro turno, a disputa pelas primeiras colocações está acirrada; tricolor nunca venceu o time cuiabano

Foto: Agência Botafogo

Nesta sexta-feira (23), às 21h30, Cuiabá e Botafogo se enfrentam pela 18ª rodada do Campeonato Brasileiro Série B, na Arena Pantanal. O Pantera e o Dourado estão na briga pelo G4 da competição. O Tricolor está na quinta colocação com 27 ponto enquanto o Cuiabá ocupa a oitava posição, com 26.

Para entrar no grupo de acesso, os dois times precisam dos três pontos e também torcer para um mal resultado do terceiro e quarto colocados Atlético-GO e Sport, respectivamente. No caso do Cuiabá, a Ponte Preta e o CRB também não podem pontuar nessa rodada.

O Tricolor e o Dourado sabem que o campeonato está disputado e uma falha prejudica objetivos maiores. Na projeção botafoguense, uma vitória pode fazer com que o Botafogo termine na terceira colocação e manter a boa posição. Com a derrota, o Pantera será superado pelo rival desta noite e, dependendo dos resultados, pode cair na tabela e finalizar a rodada na 9ª posição.

Nenhuma vitória

Os botafoguenses têm uma preocupação para o duelo. Botafogo e Cuiabá se enfrentaram quatro vezes, todas no ano passado pela Série C, e com nenhuma vitória tricolor. Sendo que foi o time cuiabano que eliminou o Pantera na semifinal da competição.

O time de Mato Grosso obteve duas vitórias e conseguiu dois empates. Na Arena Pantanal, o Pantera perdeu um duelo por 2 a 1, único gol do time de Ribeirão no duelo, e empatou o outro jogo por 0 a 0.

Cuiabá

O Cuiabá está há quatro jogos sem perder na Arena Pantanal, duas vitórias e dois empates. O time vem de uma rodada de descanso, pois o Figueirense deu WO. 

A equipe de Itamar Schulle precisa da vitória e para isso conta com um reforço no meio de campo, Djavan. Com entrada do volante, Rodolfo ou Gilmar são opções para deixar o time titular.

Escalações

Cuiabá: Victor Souza; Jonas, Ednei, Anderson Conceição, Paulinho; Djavan, Escobar, Alê; Júnior Todinho, Gilmar (Rodolfo), Felipe Marques. Técnico: Itamar Schulle.

Botafogo: Darley; Lucas, Luiz Otávio, Leandro Amaro, Pará; Higor Meritão, Marlon Freitas, Murilo Henrique; Nadson, Erick, Henan. Técnico: Hemerson Maria.

Arbitragem

Árbitro: José Woshington da Silva

Assistente 1: Francisco Chaves Bezerra Junior 

Assistente 2: Bruno Cesar Chaves Vieira