Mesmo com derrota, técnico Botafoguense elogia desempenho do time no Paulistão

O time perdeu do Mirassol por 2 a 1, nesta quarta-feira (21), no Estádio José Maria de Campos Maia, em Mirassol, pela sétima rodada do Campeonato Paulista

Foto: Agência Botafogo

Após a derrota do Botafogo para o Mirassol, durante partida válida pela sétima rodada do Campeonato Paulista, nesta quarta-feira (21), o treinador Gel Fuchs elogiou a luta e o comprometimento do elenco, derrotado por 2 a 1. 

“Tenho que ressaltar a luta e o comprometimento da nossa equipe hoje. Temos um grupo comprometido e altamente profissional. O time correu muito, teve intensidade e não se entregou durante o jogo. Lutamos até o final”, disse o treinador logo após o jogo.

Com o resultado, o Tricolor ocupa agora a 14ª posição na classificação geral com seis pontos, contra cinco do São Bento, que hoje é o penúltimo colocado. 

Já no Grupo 1, o Pantera está na quarta colocação. O time possui a mesma pontuação que a Inter de Limeira e Santo André, segundo e terceiro colocados, respectivamente, da chave. O líder é o Corinthians, que soma 18 pontos. Os dois primeiros colocados de cada grupo avançam às quartas de final da competição.

O revés também acabou com a invencibilidade de Argel Fuchs no comando da equipe botafoguense. Desde a chegada do treinador, o Botafogo acumulava uma vitória (Ituano) e dois empates (Santos e Palmeiras). 

O jogo

Durante a partida, o Botafogo chegou primeiro. Aos 5 minutos, Richard recebeu na esquerda e rolou para Luketa, que chutou na defesa adversária.

Depois deste lance, o Mirassol criou duas boas chances. Aos 15 minutos, Diego Gonçalves finalizou da entrada da área e Igor Bohn espalmou. Dois minutos depois, Cássio Gabriel tentou novamente, a bola desviou e o goleiro botafoguense defendeu. O lance ainda sobrou para Pedro Lucas, que acertou o travessão na primeira tentativa e, na sequência, exigiu boa defesa de Igor Bohn, que colocou para escanteio. Na cobrança, o camisa nove rival cabeceou e Igor salvou outra vez.

No contra-ataque, Luketa desceu pela esquerda e concluiu para defesa segura de Muralha.

O Mirassol chegou novamente aos 35 minutos, quando Pedro Lucas foi derrubado dentro da área por Igor Bohn. Diego Gonçalves cobrou e fez 1 a 0.

Aos 44 minutos, Pará bateu escanteio e Neto Pessôa cabeceou com estilo para deixar tudo igual: 1 a 1.

No segundo tempo, o Tricolor voltou melhor postado em campo, enquanto o Mirassol tentava controlar o jogo. Porém, o goleiro Igor Bohn foi pouco exigido.

A melhor oportunidade foi do Pantera. Aos 27 minutos, Pará cobrou escanteio e Fabão cabeceou por cima. Nove minutos depois, Renatinho levantou e o zagueiro mandou para fora.

O Mirassol, porém, aproveitou a chance. Aos 37, Oyama enfiou para Moraes, que tocou na saída de Igor. O lance foi checado pelo VAR, que validou o gol.

Próxima partida

O time volta a campo no domingo (25), às 22h15, quando enfrenta o São Caetano no Estádio Santa Cruz. “O nosso foco já é o duelo contra o São Caetano. É um jogo de seis pontos e precisamos conquistar a vitória. Além do São Caetano, também teremos um duelo decisivo contra o São Bento. São duas finais”, completou o comandante botafoguense.

Nenhuma postagem para exibir