Água fria! Botafogo perde para o Brasil de Pelotas

Pantera perde por 3 a 2 e cai para a quarta colocação da Série B

O Botafogo precisava da vitória para não perder o ritmo no topo da tabela, como adversário tinha o Brasil de Pelotas que vem de momento conturbado internamente. O torcedor que foi no Santa Cruz sofreu com a partida.

Continua depois da publicidade

O Brasil conseguiu controlar as ações do Botafogo no começo da primeira etapa. Aos sete minutos, Bruno Paulo teve chance de abrir o placar, mas chutou para fora em lance que já estava parado por impedimento. Cinco minutos depois, Grampola fez o papel de centroavante, escorou para Branquinho e, no rebote, acertou um lindo chute de fora da área, 1 a 0.

Aos 19, Rafael Costa chegou cara a cara com Carlos Eduardo, mas parou no goleiro. Aos 30, lance idêntico, mas o goleiro tocou no atacante e o árbitro marcou pênalti. O centroavante foi para a cobrança e converteu, 1 a 1.

A euforia durou pouco. Aos 37, Murilo Rangel aproveitou bela jogada de Bruno Paulo e colocou o Brasil de Pelotas mais uma vez à frente. Aos 46, Branquinho é quem fez a jogada, desta vez pela esquerda, acionando Leandro Camilo para ampliar, 3 a 1. E o mesmo Branquinho quase ampliou, a dois minutos do fim, mas errou o tempo da bola.

No segundo tempo, o Botafogo tentou reagir. Aos 11 minutos, Higor Miritão diminuiu a vantagem do Xavante, 3 a 2 para o Pantera. Mas a reação não foi suficiente para pelo menos conquistar um ponto.