Adeus Série A! Botafogo perde para o Sport em casa e define seu futuro

Tudo ou nada do Pantera esbarra no carrossel pernambucano e perde a segunda seguida em casa

Com derrota para o Sport, Botafogo se mantém na Série B em 2020. Foto: José Bazzo/Agência Botafogo

Nesta quarta-feira (13) o Botafogo perdeu por para o Sport, no estádio Santa Cruz, pela 35ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. Elton e Guilherme marcaram os gols do Leão de Recife, que breca título do Bragantino. Próxima partida do Pantera é contra o Londrina, no sábado (16), às 19h, no estádio do Café.

Continua depois da publicidade

Primeiro tempo

Faltando apenas três rodadas para terminar a Série B, Botafogo e Sport entraram no estádio Santa Cruz com a calculadora. O Leão de Recife precisava da vitória para selar o retorno à elite do futebol brasileira e as chances eram altas 99%. O Pantera não tinha a mesma porcentagem, muito ao contrário, mas se agarrava ao 1% de possibilidade de terminar entre os quatros.

O Tricolor foi escalado diferente para a partida. Além Leandro Amaro e o questionável Bruno José, nas vagas dos suspensos Luiz Otávio e Murilo, o técnico Hemerson Maria apostou em Willian Oliveira no lugar de Pablo. Era uma mudança tática.

Quatro minutos após o árbitro apitar o início da partida na noite chuvosa, a aposta do técnico tricolor quase abriu o placar. Em um rebote, após cruzamento do Pantera, Willian Oliveira emendou um chute forte e a bola passou muito perto do gol do Sport.

Os dez primeiros minutos foram do Botafogo. Mas aos poucos o carrossel pernambucano apareceu. O Sport rodava a bola no meio de campo e colocou o Tricolor na roda. O Leão forçava o jogo em cima do Guilherme, até que, aos 21 minutos, o atacante cruzou na medida para Elton que subiu mais que todos na defesa e abriu o placar. 1 a 0 Sport.

O placar na primeira etapa não foi diferente graças aos dois goleiros. Aos 26 minutos, Darley impediu que o Sport aumentasse com um chute fora da área de Guilherme. Já o goleiro Polli fez duas grandes defesas. A primeira foi em um chute de Marlon Freitas e a outra em uma cobrança de falta do meia Nadson, que obrigou o goleiro a voar até o ângulo direito do gol.

Segundo tempo

Assim como no primeiro tempo, o Botafogo começou pressionando, movido pela necessidade e cansaço de mais uma vez ficar atrás no placar. Felipe Saraiva invadiu a área, balançou sobre a marcação de três e chutou rasteiro para defesa do goleiro Polli.

O Sport por sua vez abusava da sua maturidade tática, segurando a bola no campo de ataque do adversário, e contava com uma noite inspirada de Guilherme. Em um minuto o atacante teve duas chances e marcou em uma, aos 13 minutos, um golaço. Guilherme recebeu a bola de Elton, avançou, driblou o goleiro Darley e tocou por cima para tirar a defesa que fazia bloqueio. 2 a 0 Sport.

Com o placar negativo, o Botafogo foi para cima com tudo menos com a inteligência. A frieza e o controle ficaram com o Sport, que cozinhava o jogo, rodando a bola e fazendo o tempo passar.

Os tempos finais da partida mostravam claramente quem brigou pelo acesso e por título na Série B e quem só buscou uma autoafirmação. 2 a 0 Sport.