Professores e estudantes protestam em Ribeirão Preto

Nesta quarta-feira (15), alunos e professores de escolas de ensino fundamental e médio estaduais, algumas particulares e a Universidade de São Paulo (USP) realizaram protestos contra os cortes no investimento no setor da educação e mudanças no setor previdenciário. Integrantes de comunidades da cidade aderiram ao movimento tendo em vista que segundo eles afeta diretamente a população mais pobre.

A paralisação começou logo cedo, em seguida os participantes seguiram em marcha da Avenida do Café até a Esplanada do Teatro Pedro II. No período da tarde, a USP apresentará atividades para a população, na Praça XV. E às 18h30, diversas entidades da educação seguirão a pé até a Câmara Municipal para uma atividade sobre a “Escola sem Partido”.

Nenhuma postagem para exibir