Governo de SP libera aulas presenciais para o Ensino Superior e cursos complementares

A medida será imposta em Ribeirão Preto quando a cidade deixar a zona vermelha do Plano São Paulo

Imagem ilustrativa de uma sala de aula - foto: Arquivo Thathi
Continua depois da publicidade

O Governo Estadual de São Paulo liberou a retomada das aulas presenciais para o Ensino Superior, cursos técnicos e cursos complementares, como informática, idiomas e similares.

A volta das aulas presenciais, que estava prevista anteriormente para a fase verde do Plano São Paulo, agora é considerada como uma prestação de serviço para o Governo do Estado. 

Em Ribeirão Preto, que está classificada na zona vermelha do Plano São Paulo, é necessário uma melhora nos índices e, consequentemente, a evolução da classificação do município para a fase laranja do plano de reabertura, para assim retomar as aulas presenciais.

Em relação à retomada dos cursos superiores e técnicos, há uma restrição de 35% da capacidade do espaço e também a obrigação da região estar há mais de 15 dias na fase amarela da quarentena. 

Para a retomada dos cursos complementares:

Fase laranja do Plano São Paulo: 20% da capacidade

Fase amarela do Plano São Paulo: 40% da capacidade

Para a retomada do Ensino Superior e técnico:

-A região precisa estar por 14 dias na fase amarela do Plano São Paulo

-A presença máxima de 35% do número de alunos matriculados 

Uma nova atualização do plano de reabertura do estado acontecerá no dia 24 de julho. 

Nenhuma postagem para exibir