Aulas presenciais voltarão a ser obrigatórias em São Paulo

Medida começa a valer na próxima segunda-feira (18) e foi anunciada em coletiva no Palácio dos Bandeirantes

Imagem ilustrativa de alunos durante aula - Foto: F.L. Piton

O governo de São Paulo anunciou nesta quarta-feira (13) o retorno obrigatório das aulas presenciais em escolas a partir da próxima segunda-feira (18). A medida foi anunciada através de uma coletiva no Palácio dos Bandeirantes.

As regras valem para escolas do estado e particulares do ensino básico. Os retornas das escolas municipais depende das medidas adotadas por cada cidade.

Além da volta, no dia 3 de novembro também será encerrado a regra do distanciamento mínimo de um metro entre os estudantes, mas as máscaras seguirão sendo necessárias.

Só poderão ficar em casa os estudantes que apresentarem atestado médico, gestantes, que possuem comorbidades a partir de 12 anos e que não tenham completado o ciclo da vacina e menos de 12 anos pertencentes ao grupo de risco.

Por conta do distanciamento, que ainda será obrigatório até o dia 3 de novembro, algumas escolas ainda não conseguirão atender totalmente todos os alunos em sua estrutura, por conta do tamanho das salas, que não suporta a quantidade de alunos matriculados somados ao um metro de distância entre cada um. Para esses casos, o rodízio continuará sendo adotado para atender todos os alunos da escola.

Nenhuma postagem para exibir