Aceleradora de startups de Ribeirão Preto cria unidade regional em São Carlos

Objetivo é consolidar ecossistema inovador da cidade; diretoria será lançada no dia em 19 de agosto com evento de conscientização para investidores

Alavancar o ecossistema empreendedor em São Carlos e contribuir para que novos negócios de base tecnológica sejam criados na cidade, considerada um dos mais importantes polos de inovação do Brasil. Esse é o objetivo da aceleradora Sevna Startups, de Ribeirão Preto, que inaugura uma diretoria local na cidade a partir do dia 19 de agosto. Nessa data, será realizado o primeiro evento da diretoria regional, o Dia do Anjo, evento de sensibilização e educação do mercado de investidores anjo.

A aceleradora tem sede em Ribeirão Preto e iniciou a operação em 2015, promovendo seis ciclos de aceleração completos e um em andamento. Atualmente, o portfólio do Sevna reúne 34 startups, com valor estimado em R$ 88 milhões.

João Geroldo, CEO da aceleradora, explica que a ideia de implantar braços operacionais do Sevna em outras cidades é democratizar o acesso de empreendedores a ferramentas importantes para quem quer ganhar mercado. “Nós acreditamos que as startups precisam estar dentro do seu habitat natural para que consigam se desenvolver de forma adequada para ganhar mercado. Por isso, ao invés de tirá-las de onde elas estão para promovê-las, nós vamos até elas, levando toda nossa experiência, nosso time de mentores e estrutura”, diz.

Marcos Danilo Chiodi Martins é quem estará à frente da diretoria regional do Sevna em São Carlos e explica que, apesar de ter uma vocação muito forte para as atividades tecnológicas, não tem um ecossistema consolidado. “A cidade conta com aproximadamente 50 startups, algumas iniciativas voltadas para o empreendedorismo, mas muito poucas voltadas para a inovação”.

“O ecossistema conta com profissionais extremamente qualificados, com uma formação técnica muito forte. Entretanto, são poucos os investimentos em inovação. Os que são realizados, são investimentos vindo de fora”, destaca Chiodi. “É bastante desafiador a busca por novos investimentos, já que não temos essa cultura aqui. O Sevna vem para mudar esse paradigma”.

De acordo com o novo diretor regional, a intenção é promover mais iniciativas de fomento ao empreendedorismo inovador e, para isso, a experiência do Sevna é um grande diferencial. “Temos a preocupação de publicar o que é feito no interior de São Paulo para o mundo e, por isso, privilegiamos empresas da região para fomentar a economia local”, diz e complementa, “identificamos que havia um gap grande quanto a maturidade da parte de inovação frente aos recursos econômicos que a cidade propõe. Nada mais justo do que trazer alguém com experiência em desenvolver um ecossistema inovador e que é do interior para contribuir na solução do problema”, ressalta.

Evento

O lançamento da diretoria regional do Sevna em São Carlos acontece no dia 19 de agosto em um evento direcionado para executivos e empresários da região que querem entender um pouco mais sobre avaliação e investimento em startups. O objetivo do evento, de acordo com Gisele Atayde, gerente de aceleração do Sevna, é mostrar como se tornar um investidor-anjo e os benefícios e vantagens de apoiar negócios inovadores na etapa inicial.

“A intenção é explicar sobre formas de investimento em startups e apresentar as vantagens que a aproximação com este tipo de negócio pode resultar em vantagem competitiva tanto para o investidor, como para empresas estabelecidas e consequentemente para a startup, alavancando a economia local e amadurecendo o ecossistema inovador”, diz.

O Sevna

O Sevna Startups é um programa de aceleração de startups com sede no Supera Parque de Inovação e Tecnologia de Ribeirão Preto (SP), e é a primeira do Brasil a fazer parte da GAN (Global Accelerator Network). A aceleradora iniciou sua operação em 2015, promoveu seis ciclos de aceleração completos. O Sevna reúne atualmente um portfólio de 34 startups, cujo valor está estimado em R$ 88 milhões.