Supera Parque promove mapeamento do ecossistema de inovação da região metropolitana

Em 2019, 181 startups foram reconhecidas pelo mapeamento; saiba como participar

Supera Parque - Foto: Divulgação

A Supera Parque anunciou nesta quinta-feira (13) que irá promover um mapeamento do ecossistema de inovação e empreendedorismo da região metropolitana de Ribeirão Preto.O objetivo da ação é atualizar e identificar a área de atuação de startups da região.

Por meio de um questionário online, que deve ser preenchido até 15 de março, o Parque irá fazer uma pesquisa referente ao ecossistema trabalhado no mapeamento.

Eduardo Cicconi, gerente do Supera Parque, explica que até o ano passado, 181 startups foram reconhecidas pelo mapeamento. “Em 2020, o número deve ser ainda maior já que, nesta nova versão, além da atualização das startups e dos atores da versão anterior, serão incluídas mais startups das 34 cidades da Região Metropolitana”, diz.

Para participar do programa, é necessário fazer o cadastro e responder o questionário referente à pesquisa no link. Caso já tenha o cadastro de 2019, só é necessário a atualização. O formulário de 15 perguntas tem o tempo médio de resposta de três minutos.

Podem participar do mapeamento: grupos, redes de trabalho, associações comunitárias, cooperativas, ONGs, OSCIPs, institutos, fundações privadas, negócios Sociais, empresas, instituições de ensino e pesquisa; veículos de comunicação; secretarias, iniciativas ou organismos públicos.

O Supera

O Supera Parque de Inovação e Tecnologia de Ribeirão Preto, gerido pela Fipase, é resultado de uma parceria entre Universidade de São Paulo (USP), Prefeitura Municipal de Ribeirão Preto e Secretaria de Desenvolvimento do Estado de São Paulo. Instalado no Campus da USP local, o Parque abriga a Supera Incubadora de Empresas, o Supera Centro de Tecnologia, a associação do Arranjo Produtivo Local (APL) da Saúde, o Polo Industrial de Software (PISO), além do Supera Centro de Negócios.