Supera Parque participa de maior feira de negócios em saúde do mundo

Medica aconteceu entre os dias 18 a 21, em Dülserdoff, na Alemanha; em 2018, foram mais de 120 mil visitantes

O Supera Parque de Inovação e Tecnologia, de Ribeirão Preto, participou, entre os dias 18 e 21, na Medica, maior feira de negócios em saúde do mundo, em Dülserdoff, na Alemanha. A participação no evento foi uma parceria com a Associação Brasileira da Indústria de Artigos e Equipamentos Médicos e Odontológicos e Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex), e acontece pelo sexto ano consecutivo.

Continua depois da publicidade

A feira Medica reuniu empresas dos setores de serviços e produtos médicos do mundo, especializada em técnica medicinal, laboratorial e ortopédica, eletro medicina, instrumentos médicos, requisitos para consultórios e para hospitais, produtos farmacêuticos, diagnósticos, terapêutica, técnica de comunicação e edifícios. “Além de apresentarmos as tecnologias e serviços desenvolvidos pelas empresas do Supera Parque, representamos as empresas ligadas ao nosso cluster da saúde. Também oferecemos os serviços do Supera Centro de Tecnologia, que realiza testes em equipamentos eletromédicos e conta com um dos portfólios mais completos do Brasil”, explica Dalton Marques, gerente de Desenvolvimento do Supera Parque.

A participação foi ainda uma oportunidade para o contato com empresas nascentes de base tecnológica de todo o mundo: a Medica conta com o Startup Park, onde 36 empresas apresentam seus produtos inovadores nas áreas de diagnóstico, IoMT, soluções inteligentes, tratamento de doenças crônicas, inteligência artificial, mHealth e soluções vestíveis. “É importante para termos contato com o que está sendo desenvolvido de mais inovador para, depois, compartilharmos com as nossas empresas”, enfatiza.

O Supera Parque expõe no Pavilhão Brasil, com mais de 20 outras empresas brasileiras, organizado pelo Brazilian Health Device. “É uma porta de entrada para as empresas brasileiras que querem fazer negócios no exterior, já que a Feira conta com participantes das mais diversas partes do mundo”, finaliza.

Números

Em 2018, a Medica contou com a participação de mais de 120 mil pessoas visitantes, dos quais 34% com origem na Alemanha e 66% de outras partes do mundo. Os principais setores representados foram: indústria (24%); comércio (18%), hospitais e clínicas (17%); centro de cuidados médicos (8%); entre outros.

As principais áreas de interesse dos visitantes estavam em: tecnologia médica (53%); tecnologia da informação e comunicação (33%); diagnosticas (32%), e outros.