Sincovarp e CDL repudiam prorrogação da quarentena nos 645 municípios paulistas

Entidades defenderam liberação gradual das atividades e pediram que o governador João Dória reconsidere decisão

Foto: Reprodução/Grupo Thathi de Comunicação

O Sindicato do Comércio Varejista de Ribeirão Preto (Sincovarp), e a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) da cidade enviaram nota á imprensa na qual repudiam e lamentam a decisão do governador João Doria (PSDB), de prorrogar a quarentena nos 645 municípios do Estado de São Paulo até o próximo dia 31 de maio de 2020 (domingo).

“Tal decisão trará consequências, muitas delas imprevisíveis e ainda mais devastadoras, para a economia da cidade e do Estado de São Paulo. Pode gerar impactos que prejudicariam até mesmo o próprio combate à pandemia”, dizem as instituições, em nota..

Na visão das entidades, segundo informações do próprio Comitê Técnico de Contingência em Saúde Covid-19, “o município de Ribeirão Preto possui condições de promover a reabertura do Comércio Varejista e das empresas de serviços, já a partir de 11 de maio, conforme planejamento desenvolvido pelo Grupo de Transição e Retomada”.

“A prorrogação da quarentena está conduzindo o Estado de São Paulo para um colapso socioeconômico que vai intensificar a onda de fechamento de empresas e de desemprego em massa que já está ocorrendo, com sério risco de provocar atos de desobediência às leis, violência e desordem social, pobreza, fome e caos ainda maior no sistema de saúde”, diz a nota.

Reconsideração

As entidades pediram ainda que o governador reconsidera a decisão, liberando a reabertura gradual do comércio. “Será preciso que os lojistas de Ribeirão Preto tenham muita força, resiliência e determinação para atravessar essa quarentena tão longa e devastadora, ainda mais para as micro e pequenas empresas”, diz a nota.

“Se a estratégia é acabar com o setor produtivo pra combater o vírus, as autoridades públicas estão conseguindo. Gostaríamos de ver essa mesma responsabilidade, agilidade e eficiência na boa gestão dos recursos públicos e no combate à corrupção, além de tantos outros males que acabam com o nosso amado Brasil!”, finaliza.

Nenhuma postagem para exibir