Núcleo de postos admite falha na fiscalização e vê Ribeirão suscetível a fraudes de combustíveis

Instituição dá dicas para evitar ser vítima de combustíveis fraudados na cidade; ANP fiscaliza com menos pessoal durante a pandemia

Carro abastece em posto de combustíveis - Foto: PixaBay

O Núcleo Postos Ribeirão Preto – iniciativa que reúne 85 postos de combustíveis de Ribeirão Preto, o equivalente a 50% do mercado local -, alerta aos consumidores que, durante a pandemia, a inspeção da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) está prejudicada. Assim, a fiscalização de fraudes em bombas e a análise dos combustíveis dos postos de Ribeirão Preto estão atrasadas.

Para auxiliar na hora de escolher o local para abastecer o veículo, o Núcleo Postos Ribeirão Preto promove a campanha “Nem sempre o mais barato é o melhor! Combustível tem que ter qualidade”.

O objetivo é alertar a população sobre a procedência dos combustíveis na cidade. A iniciativa acontece nas redes sociais e nos postos integrantes do grupo que estão identificados com os banners da ação. Os colaboradores dos postos também alertam os clientes com orientações e distribuição de panfletos com dicas de abastecimentos. 

“Com a ANP fiscalizando de forma reduzida por conta da pandemia, vemos preços muito baixos e até abaixo do custo sendo praticados em Ribeirão Preto. O consumidor deve ficar muito atento aos valores anunciados. Não troquem qualidade e honestidade na entrega da quantidade vendida por ilusões de ofertas vantajosas. Fiquem em alerta sobre a procedência e composição dos combustíveis”, ressalta Fernando Roca, membro do Núcleo.