Fenasucro & Agrocana é adiada para 2021

Feira é uma das maiores do mundo no setor de bionergia; geração de emprego seria de 5 mil postos durante p evento

Galpão onde é realizada a Fenasucro, em Sertãozinho - Foto: Divulgação
Continua depois da publicidade

Realizada em Sertãozinho, a Fenasucro & Agrocana anunciou, na manhã desta quarta-feira (3), que a edição 2020 foi adiada para 17 a 20 de agosto de 2021.

No ano passado, segundo dados dos organizadores, a feira estimou que cada visitante gastou, em média, R$ 1,5 mil durante o evento, injetando cerca de R$ 58,5 milhões na economia de Ribeirão e região. Estima-se que o evento tenha gerado cinco mil empregos, diretos e indiretos.

A decisão foi tomada pela Reed Exhibitions, organizadora do evento, em conjunto com o CEISE-Br, um dos apoiadores.”A escolha de adiar o evento acontece diante da análise de um cenário atípico e ainda altamente imprevisível, tendo como principais objetivos resguardar a saúde e a integridade de visitantes, expositores e parceiros, assim como responder de forma adequada aos impactos econômicos da pandemia, que afeta indiscriminadamente todos os setores da economia”, informaram as empresas em comunicado enviado aos clientes.

Segundo nota oficial, enquanto se prepara para uma feira ainda melhor para o ano que vem, a organização do evento trabalha para proporcionar aos expositores e visitantes da Fenasucro & Agrocana oportunidades de interação em formato digital.

Nenhuma postagem para exibir