Fábrica de embalagens chega a Ribeirão com investimento de R$ 21 milhões

Campo Limpo inaugura primeira unidade na cidade; empresa atua na reciclagem de embalagens plásticas de agroquímicos a partir da reciclagem de embalagens de defensivos agrícolas

Embalagens feitas a partir de material reciclado: negócio chega a Ribeirão

Com investimentos na ordem de R$ 21 milhões, a Campo Limpo Reciclagem e Transformação de Plásticos SA inaugura, nesta semana, uma nova unidade para produzir embalagens plásticas a partir de resinas recicladas das embalagens de defensivos pós-consumo em Ribeirão Preto. O tempo de implantação da planta foi recorde, pouco mais de seis meses entre a ideia e a entrada em operação. A unidade de Ribeirão Preto vai gerar 40 empregos diretos.

Normalmente, instalações como as desta fábrica são realizadas de forma modular, com implantação gradativa das linhas de produção, em processos que duram até três anos. Em Ribeirão Preto, as três sopradoras da unidade foram instaladas de uma só vez. A capacidade será total logo após a inauguração.

Os funcionários foram capacitados e treinados na fábrica de Taubaté (SP). Segundo a empresa, “o projeto chegou com a velocidade exigida pelo mercado para atender as indústrias de defensivos agrícolas e outros mercados da região com as Ecoplásticas, embalagens que possuem alta performance nas linhas de envase e especificação técnica para atender aos clientes”.

Nenhuma postagem para exibir