Congresso aprova corte de R$ 635 milhões do orçamento destinado a ciência

Medida foi solicitada pelo Ministério da Economia e ainda depende da aprovação do Presidente da República, Jair Bolsonaro

Ministro da Economia, Paulo Guedes - Foto: Agência Brasil

O Congresso Nacional aprovou nesta quinta-feira (7) um corte de R$ 635 milhões do orçamento destinado ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações para serem redirecionados para outras pastas.

Esse dinheiro teria como objetivo bolsas de apoio do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).

A previsão era de R$ 690 milhões destinados a pasta, mas, com o corte, apenas R$ 55 milhões estarão disponíveis para a ciência. O valor retirado equivale a 92% do previsto inicialmente.

Pesquisas do Brasil todo poderão ser afetadas com o corte. Estudos já iniciados e o aprimoramento de novas pesquisas deverão ser suspensos.

Deste dinheiro, R$ 150 milhões serão destinados ao Ministério do Desenvolvimento Regional, R$ 100 milhões para o Fundo de Arrendamento Residencial, R$ 107 milhões para o Ministério da Educação e R$ 50 milhões irão para o Ministério da Saúde.

Agora, a medida vai para as mãos do presidente Jair Bolsonaro, que irá decidir se o corte será aprovado ou não.

Nenhuma postagem para exibir