Clínica oferece “baú da felicidade” do botox em Ribeirão

Clube reúne planos facilitados de acesso a aplicação e programa de fidelidade para quem quer fazer aplicações do produto

Procedimento de aplicação de Botox - Foto: Divulgação

Acredite se quiser. Uma clínica estética de estética particular de Ribeirão Preto lançou um clube para reunir aficionados por botox. Eles oferecem um plano para aplicação do produto e também uma espécie de projeto de fidelização para quem trouxer mais integrantes para o clube.

O chamado Botuclub, lançado pela Fisioforma, dá o direito a duas aplicações de toxina botulínica no ano e dois retoques, por um preço fixo, 12x de R$ 149 (doze parcelas de cento e quarenta e nove reais), cobrados através do crédito recorrente para não comprometer o limite do cartão. Tudo isso, com a total segurança de uma equipe multidisciplinar certificada e utilização de produtos regulamentados pela Anvisa.

Segundo a empresa, trata-se do primeiro clube de toxina botulínica do Brasil e oferece outros benefícios além do valor. “Ao se associar no Botuclub e indicar os amigos, o cliente acumula Botupoints, pontos que garantem desde descontos especiais nas parcelas até a isenção da mensalidade (cada amigo (a) indicado (a) vale 1 Botupoint). Ao acumular 10 Botupoints, o procedimento sai de graça”, explica Amanda Buchivieser, diretora de marketing da Fisioforma.

A expectativa, segundo a fisioterapeuta e diretora da marca Fisioforma, Luciana Sensini, é atingir a todos os públicos.  “Sem dúvida é uma novidade que vai agradar todos os públicos, pois há muito tempo a toxina botulínica deixou de ser uma ação dermatológica apenas para as pessoas que têm rugas muito marcadas. Hoje ela é utilizada para a prevenção, principalmente para as pessoas que são muito expressivas. Agora é possível se expressar sem medo, sem preocupações ou julgamentos”, explica.

Botox em números

A Toxina Botulínica, ou botox, é uma neurotoxina produzida por uma bactéria chamada Clostridium botulinum. Ela começou a ser estudada inicialmente como uma opção terapêutica para tratar espasmos musculares.

O número de adeptos a procedimentos menos invasivos, como a aplicação de toxina botulínica, mais conhecida como botox, cresce a cada dia. Dados do último censo realizado pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP) apontam que a técnica cresceu 390% em apenas dois anos, representando 47,5% dos procedimentos.

De acordo com a Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica Estética, o Brasil é o segundo país que mais a utiliza, ficando atrás apenas dos Estados Unidos.

Nenhuma postagem para exibir