Ex-governador do Rio de Janeiro admite uso indevido de cerca de R$20 milhões