Polícia Civil prende o segundo envolvido na morte de Brener Bryan Alves Teixeira

Segundo a Delegacia de Investigações Gerais, rapaz seria o motorista do carro em que estava Márcio Roberto Bufalo, acusado de matar o estudante durante o roubo de um celular na zona Norte de Ribeirão Preto.

A Polícia Civil de Ribeirão Preto, por meio da Delegacia de Investigações Gerais (DIG), prendeu preventivamente Anderson Luis Mazzei Silva na manhã desta segunda-feira (26). O rapaz é acusado de ser o comparsa de Márcio Roberto Bufalo, que matou o estudante Brener Bryan Alves Teixeira, 17, durante o roubo de um celular em um ponto de ônibus de Ribeirão, na última quarta-feira (21).

Em entrevista ao Grupo Thathi de Comunicação, o preso alegou que ele o filho teriam sido ameaçados de morte por Márcio, caso não ajudasse no crime. Ele permanece na delegacia, onde deve prestar depoimento, antes de seguir para uma unidade prisional.

O delegado da DIG, César Augusto de França, afirma que as provas coletadas ao longo da investigação são suficientes para provar que Anderson seria o motorista do carro em que o assassino chegou momentos antes de anunciar o assalto e efetuar os disparos, por volta das 17h45.

Até o momento, a arma do crime não foi encontrada, mas a Polícia considera o caso esclarecido.

“O Anderson tem duas passagens por roubo a transeuntes e, agora, está sendo acusado de participação no latrocínio. Nós já confirmamos que, no mesmo dia da morte de Brener, eles teria cometidos outro assaltos”, afirmou França.

Confira a entrevista:

Imagens de câmeras de segurança mostram Márcio descendo lentamente do carro dirigido por Anderson, antes de ir até o local onde o adolescente estava. Confira na parte superior da tela: 

Outra câmera flagra o momento dos tiros. Ele chega ao ponto de ônibus, passa por outras pessoas e aponta a arma para o jovem, que deita no chão por alguns segundos antes ser atingido por tiros no peito.

O Grupo Thathi de Comunicação acompanha o caso.