MP deve vistoriar Cemei Professor Eduardo Romualdo de Souza ainda esta semana, diz promotor

A suspeita é de que Lucas Costa Souza, morto na última sexta-feira (30), tenha sofrido parada cardiorrespiratória após uma descarga elétrica, ao tentar escalar portão do local

O promotor de Justiça Naul Felca informou nesta segunda-feira (3) que vai abrir um inquérito para investigar o que teria causado a morte do estudante Lucas da Costa Souza,13, no interior do Centro Municipal de Educação Infantil (Cemei) Professor Eduardo Romualdo de Souza, em Ribeirão Preto, no final da tarde da última sexta-feira (30).

Segundo Felca, uma vistoria no local deve acontecer ainda esta semana. “Estamos fazendo de tudo para esclarecer essa situação o mais rápido possível. O inquérito civil deve ser instaurado ainda hoje”, disse por telefone ao Grupo Tathi de Comunicação.

Após a constatação da morte, a Polícia Científica teria encontrado fios desencapados próximo à laje de onde o garoto teria escalado. De acordo com o Boletim de Ocorrência, a suspeita é de que o garoto tenha sofrido parada cardiorrespiratória após uma descarga elétrica, ao tentar escalar um portão do local.

Em nota, a Secretaria de Educação informou que “é feita manutenção regular na escola”. A pasta disse que está colaborando com a investigação e que aguarda a conclusão do laudo do IML.

“No dia do ocorrido, a Secretaria Municipal da Educação esclarece que acionou o Samu, imediatamente após o aluno da Cemei Eduardo Romualdo de Souza sofrer uma queda ao subir em um portão de dois metros de altura. Ao chegar na escola, cinco minutos após o chamado, a equipe do Samu encontrou a vítima em parada cardiorrespiratória. Foi realizado, por quase uma hora, o procedimento de ressuscitação, porém não houve reversão”.

O Grupo Thathi de Comunicação acompanha o caso.

Nenhuma postagem para exibir