Linchamento de homem suspeito de estupro na Vila Virgínia

Pedreiro foi espancado e ficou gravemente ferido; um dos agressores foi preso

Continua depois da publicidade

Um indiciado, 29, foi preso na noite desta sexta-feira (5), sob suspeita de participar da tentativa de linchamento de um pedreiro, 40, que ficou em estado grave na Vila Virgínia, zona Sudoeste de Ribeirão Preto.  

O registro no boletim de ocorrência (BO), como homicídio tentado, descreve que populares informaram sobre a vítima sendo espancada por  quatro indivíduos, que a acusavam de ser “Jack”, expressão usada no submundo do crime para estupradores. 

Policiais militares diligenciaram procurando pelos autores no perímetro, onde o crime foi cometido, próximo também de uma conhecida boca de fumo, onde localizaram e prenderam um suspeito, que respondeu “sim”, ao ser perguntado sobre sua participação nas agressões.

Nada consigo foi encontrado, entretanto, disse que teria “socado” o pedreiro, depois ver outras suspeitos o agredindo, falando que ele era um estuprador.

No cruzamento das ruas João Guião com Cardeal Arco Verde, onde o pedreiro foi encontrado desmaiado, com vários ferimentos na cabeça, também foi apreendido um pedaço de saibro, que teria sido utilizado durante a agressão.   

O pedreiro foi socorrido pelo SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) e levado para a Unidade Básica Distrital de Saúde (UBDS) da Vila Virgínia. Em seguida, devido aos graves ferimentos, foi transferido para o setor de traumas do Hospital das Clínicas Unidade de Emergência (HC-UE).

O indiciado foi para a Central de Flagrantes, onde foi ratificada a voz de prisão em flagrante delito, sendo apresentado neste sábado (6) no Fórum de Ribeirão Preto para a audiência de custódia. 

O Setor de homicídios da DIG (Delegacia de Investigações Gerais) de Ribeirão Preto procura por outros envolvidos.

Nenhuma postagem para exibir