Gaeco e PF deflagram 5ª fase da Operação Sevandija nesta terça-feira, 13

Ação investiga fraudes em contratação feita pelo Departamento de Água e Esgotos de Ribeirão Preto (Daerp)

O Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado do Ministério Público (Gaeco) e a Polícia Federal deflagraram a 5ª fase da Operação Sevandija, na manhã desta terça-feira (13). Chamada Callichirus, a ação cumpre quatro mandados de prisões e cinco de buscas e apreensões em São Paulo, Mauá, Indaiatuba e Santa Barbara D’oeste. Todos expedidos pela 4ª Vara Criminal de Ribeirão Preto. 

Segundo o Ministério Público, os presos são suspeitos de pagamento de propina e lavagem de dinheiro ligados à contratação de uma empresa de saneamento feita pelo Departamento de Água e Esgoto de Ribeirão Preto (Daerp). O Gaeco aponta que os crimes permaneceram mesmo após a deflagração da 1ª fase da Sevandija, em setembro de 2016.

Às 15h desta terça-feira (13), uma coletiva de imprensa com integrantes do MP e da PF fornecerá todas as informações. Até o momento, os nomes dos envolvidos não foram divulgados. 

O Grupo Thathi de Comunicação acompanha a operação.