Carro avança em pista contrária da rodovia Anhanguera e atinge motociclista que morre no local

Eurípedes Guismão dos Santos, 43, morreu na manhã de domingo (19) quando pilotava sua motocicleta no km 325 da rodovia Anhanguera (SP-330) em Ribeirão Preto, próximo ao Distrito Industrial, e foi violentamente atingido por um carro Honda Civic que cruzou o canteiro central e avançou na pista contrária.
O motociclista foi à óbito, antes mesmo de ser socorrido.
O motorista do carro fugiu a pé, abandonando o veículo sinistrado.

Policiais Rodoviários foram informados pelo pai do motorista, que encontrava-se ao lado do veículo, que o filho lhe dissera que um dos pneus havia estourado. Mas, não respondeu porque ele deixou o local.
A esposa da vítima, Alessandra Aparecida Campos dos Santos, 41, não acredita na versão e disse “não crer que o pneu estourou. Creio que ele estava embriagado. Ele tirou a vida de um pai de família”, afirmou.

Peritos do Instituto de Criminalística (IC) da Policia Civil, que investiga a ocorrência, pesquisaram evidências para substanciar laudo que será anexado ao inquérito policial instaurado.
Eurípedes seguia de Jardinópolis até Ribeirão Preto, para trabalhar em posto de combustíveis na Vila Virgínia, zona Sudoeste da cidade.
Testemunhas disseram aos policiais rodoviários que o motorista teria sido “resgatado” por outro veículo, logo após deixar o local a pé.

No interior do Honda Civic foram apreendidos por policiais um celular e a CNH do motorista. Na residência que constava no registro do automóvel, ninguém foi encontrado.
Na Central de Polícia Judiciária foi registrado boletim de ocorrência como homicídio culposo, quando não há a intenção de matar, fuga do local do acidente e omissão de socorro.
O corpo do motociclista, que deixou uma filha de 18 anos, foi sepultado na manhã desta segunda-feira (20), no Cemitério Municipal de Jardinópolis.

Reportagem: Lúcio Mendes

Nenhuma postagem para exibir