Câmeras registram últimos momentos de garoto morto em escola municipal

Lucas da Costa Souza, 13, morreu dentro da Cemei Professor Eduardo Romualdo de Souza no último dia 30 de novembro. Suspeita é de que ele tenha sofrido parada cardiorrespiratória após uma descarga elétrica, ao tentar escalar um portão do local

Câmeras de segurança do Centro Municipal de Educação Infantil (Cemei) Professor Eduardo Romualdo de Souza registraram os últimos momentos de vida do estudante Lucas da Costa Souza, 13, morto dentro da unidade no último dia 30 de novembro. A suspeita é de que ele tenha sofrido parada cardiorrespiratória após uma descarga elétrica, ao tentar escalar um portão do local. Atualmente, um laudo médico é aguardado para confirmar a causa do óbito. Pais de alunos afirmam que, em partes da escola, existem fios desencapados.

Continua depois da publicidade

As imagens mostram o garoto, inicialmente, brincando com colegas no pátio da unidade. Em seguida, ele corre em direção ao local onde acabou morrendo.

Cerca de 20 minutos depois, as câmeras registram os colegas que o encontraram morto e chamaram uma professora. Por fim, é possível ver a chegada de um agente do Serviço Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) que tenta reanimá-lo, mas não obtém sucesso.

A morte motivou a abertura de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) na câmara que investiga a atual situação estrutural das escolas municipais de Ribeirão Preto. Além disso, o Ministério Público também abriu inquérito para apurar o estado da rede de ensino.

Procurada, a Secretaria Municipal de Educação informou por meio de nota que é feita manutenção regular em todas as escolas e que colabora com a investigação.

O Grupo Thathi de Comunicação acompanha o caso.