On-line: Museu Casa de Portinari está com programação intensa nas redes sociais e no site

Desde o início do período de isolamento social, o Museu Casa de Portinari, instituição da Secretaria da Cultura e Economia Criativa do Governo do Estado de São Paulo, gerida pela ACAM Portinari, integra a campanha #CulturaEmCasa e promove, diariamente, diversas atividades virtuais para crianças e adultos.

Continua depois da publicidade

Nesta semana, a agenda inicia hoje (20) com destaque para a exposição “Estação Brodowski: Patrimônio Histórico”, que está no site do equipamento cultural. A mostra revela, por meio de fotos e textos, a história da estação ferroviária de Brodowski (SP). O prédio foi inaugurado em 1894 e, hoje, é considerado uma importante referência da memória local e regional, além de ter sido responsável pelo surgimento da cidade, que teve sua urbanização inicial planejada.

Na terça-feira (21), a gerente do Museu Casa de Portinari, Cristiane Patrici, reviverá as memórias de Candido Portinari por meio dos poemas escritos por ele. Durante uma live pelo Instagram. No dia 23, os internautas poderão visitar o ateliê do artista. Este, que é um dos cômodos mais simbólicos da casa, também será apresentado durante uma live, com detalhamento das obras do local e dos objetos usados pelo pintor e que ainda estão conservados.

Outra indicação, para ter muita cultura em casa, será a exposição virtual “Galeria a Céu Aberto”, que estimula a formação e a projeção de novos talentos. Pois, além de cultivar a memória de Candido Portinari e difundir o seu legado, o Museu realiza, anualmente, a “Pintura Mural”, que reúne dezenas de artistas locais, regionais, de outras partes do país e do exterior para cumprirem um papel de manifestação artística importante ao transformar a cidade num grande ateliê a céu aberto.

A agenda de 25 de abril apresenta a exposição digital “Carta de Paris” que expõe as cartas escritas por Portinari enquanto estava em Paris, na França, gozando de seu prêmio de viagem à Europa, concedido pela Escola Nacional de Belas Artes. Ele redigiu as cartas ao Brasil e expressou todo seu amor pela cidade natal, revelando o desejo de pintar a sua gente, como o demonstra no trecho: “…Vim conhecer aqui em Paris o Palaninho, depois de ter visto tantos museus e tantos castelos e tanta gente civilizada. Aí no Brasil eu nunca pensei no Palaninho (…) Daqui fiquei vendo melhor a minha terra – fiquei vendo Brodowski como ela é”. Também nesta data, a artista Karina Gera mostrará um pouco de como tem sido a sua rotina em casa durante o período de quarentena. Suas obras e criações serão reveladas, bem como sugestões para driblar o período com muita criatividade.

No domingo, o público está convidado a rever o programa De Lá Pra Cá, exibido em 2012, o vídeo mostra Portinari por meio de sua pintura. Uma verdadeira odisseia da gente e da história brasileira participam, como o poeta Ferreira Gullar, o artista plástico Hélio Dias Pereira e o escritor e filho João Candido Portinari.

Para não perder nenhuma atividade do #CulturaEmCasa do Museu Casa de Portinari, basta seguir as redes sociais do equipamento: @museucasadeportinari.

Nenhuma postagem para exibir