Morre o crítico de cinema Rubens Ewald Filho

    Colunista da Difusora estava internado desde o fim de maio, quando caiu de uma escada rolante

    Continua depois da publicidade

    Nesta quarta-feira (19), morreu o crítico de cinema Rubens Ewald Filho, aos 74 anos. Ele estava internado no Hospital Samaritano, na região central de São Paulo, desde o dia 23 de maio, quando sofreu um desmaio e caiu na escada rolante em um shopping na capital.

    Segundo informações, o crítico estava na Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Ele passou por um tratamento cardiológico e das fraturas recorrentes da queda, mas não resistiu.

    Rubens Ewald Filho nasceu na cidade de Santos, no dia sete de março de 1945 e era considerado o maior especialista de cinema. O critico assistiu mais de 37 mil filmes e era comentarista da cerimônia da premiação do Oscar, a mais importante do cinema. 

    Além de trabalhar para os principais veículos da comunicação e escrever livros sore o cinema como “Dicionário de Cineastas”, “O Oscar e eu” e “Os 100 Melhores Filmes do Século 20”, Rubens era colunista da rádio Difusora há mais de 10 anos, na coluna diária “Cinema no Rádio”.

    Nenhuma postagem para exibir