Morre João Carlos de Figueiredo Ferraz em Ribeirão

A informação foi divulgada em nota pelo Instituto Figueiredo Ferraz; a causa da morte não foi informada

O colecionador de artes, empresário e fundador do Instituto Figueiredo Ferraz, João Carlos de Figueiredo Ferraz morreu, nesta segunda-feira (6), em Ribeirão Preto. A informação foi divulgada em nota pelo Instituto. A causa não foi informada.

Ferraz fundou a instituição que leva seu sobrenome em 2011, nela abrigava coleção de arte contemporânea. Ele integrou o conselho do Museu de Arte de São Paulo (Masp), bem como de outras instituições de arte. Mas não é só. Formado em economia, também foi presidente da Fundação Bienal de São Paulo. 

Nos últimos 40 anos, João Carlos participou de forma ativa no desenvolvimento das artes plásticas no Brasil. 

Em nota, o Instituto Figueiredo Ferraz lamentou a morte do seu fundador. Afirmou que ele era um parceiro e fomentador e sempre fez questão de estar presente nos mais diversos eventos e projetos culturais pelo mundo.

“Para nós, João foi um amigo generoso, incentivador, compreensivo, onde todo o trabalho e decisões se davam de forma aberta e democrática”, diz o texto. Ainda completa que o ambiente tornava-se de profunda amizade e amor quando estava por perto.