Jornalista Rodrigo Rodrigues morre aos 45 anos vítima da Covid-19

O apresentador estava internado por complicações do novo coronavírus desde o último sábado na UTI do Hospital da Unimed, no Rio de Janeiro

Foto: Rede social
Continua depois da publicidade

O jornalista e apresentador Rodrigo Rodrigues morreu, nesta terça-feira (28), vítima de uma trombose venosa cerebral, causada por consequências da Covid-19. Rodrigues estava na UTI desde o último sábado, no Rio de Janeiro.

Segundo informações do jornal Globo Esporte, Inicialmente, Rodrigo apresentou sintomas leves, como falta de paladar e olfato, mas disse que se sentia bem. A situação mudou no último sábado (26), quando o mesmo deu entrada no hospital com vômitos, desorientação e dor de cabeça.

Rodrigo fez carreira em diversos canais da televisão brasileira, como TV Cultura, SBT, ESPN Brasil, Band, Gazeta e Esporte Interativo. No SporTV, ele comandou programas como “Troca de passes”, “Redação SporTV”, “SporTV News”, “Tá na Área” e “Seleção SporTV”, além de ancorar o “Globo Esporte” em esquema de plantão aos sábados na TV aberta. Na ESPN Brasil, ele foi o primeiro apresentador do “Resenha ESPN”, um dos programas mais conceituados do gênero esportivo.

O apresentador de TV também trabalhou em projetos musicais. Ele era guitarrista da banda “The Soundtrackers”, que toca apenas trilhas sonoras do cinema.

“Rodrigo deixa lembranças de seu bom humor e de uma carreira onde jornalismo e música sempre caminharam juntos, como contam seus companheiros do Esporte da Globo”, disse a Globo em uma nota.

Nenhuma postagem para exibir