Vídeo | Aspirante a oficial do Exército morre ao saltar de paraquedas no interior de SP

Houve falha no paraquedas principal; com impacto, homem foi socorrido, mas não resistiu aos ferimentos

Um aspirante a oficial do Exército morreu, nesta quinta-feira (10), depois de enfrentar problemas em um salto de paraquedas realizado em Boituva, na região de Sorocaba.

Felipe Carlos dos Reis, 26, que era aspirante a Oficial de Infantaria, saiu de Resende (RJ) com um instrutor para fazer um curso de salto de paraquedas no Centro Nacional de Paraquedismo, em Boituva. Durante o salto, teve problemas e acabou batendo violentamente contra o solo.

Segundo a Polícia Civil, houve um problema com o paraquedas principal de Felipe. O aspirante acionou o reserva mas, por conta a alta velocidade, não conseguiu a estabilidade. O paraquedas não abriu corretamente e houve um forte impacto do corpo no colo.

Reis chegou a ser socorrido e levado ao Hospital São Luiz, em Boituva, mas não resistiu aos ferimentos. O corpo foi velado e enterrado em Jundiaí, nesta sexta-feira (11).

Nota

A Academia Militar das Agulhas Negras (Aman) divulgou uma nota no site oficial informando que o acidente ocorreu “ao realizar um salto de paraquedas em uma atividade de cunho particular” e lamentou a morte.

“A Aman lamenta a perda prematura do jovem oficial, presta toda assistência à família e manifesta seus mais sinceros sentimentos.”

Já o presidente da Associação Nacional de Paraquedismo de Boituva, Rodrigo de Castilho, informou que o acidente foi causado por um problema no paraquedas principal. Víd