Vídeo | Ambulante de 65 anos é agredido na cabeça por fiscal da Prefeitura de Franca

Agressão causou revolta em comerciantes e populares; guarda pode ser afastado

Agressão realizada por agente em Franca - Foto: Reprodução

Um ambulante de 65 anos, em Franca, sofreu corte na cabeça durante abordagem de fiscais da Prefeitura de Franca e da Guarda Municipal. Ele foi atingido por um pedaço de ferro que estava na mão de um fiscal. Aparentemente, o objeto foi retirado do carrinho que estava sendo apreendido. Parte da abordagem e a agressão foi filmada.

O caso ocorreu na manhã desta segunda-feira (14), na praça Nossa Senhora da Conceição, no Centro. O ambulante estava com um carrinho para vender máscaras.

A Prefeitura de Franca está promovendo fiscalização sobre ambulantes. No final do ano passado já foi retirado comerciantes que estavam na chamada praça do Itaú. Essa fiscalização agora está ocorrendo em outras partes da cidade, principalmente na Praça Nossa Senhora da Conceição.

Durante uma abordagem nesta manhã, os fiscais informaram que o carrinho de um ambulante identificado como Amadeu seria apreendido, bem como toda a mercadoria dele.

Quando o ambulante pediu que o carrinho não fosse levado e ficou próximo dos fiscais, um deles acabou pegando uma barra de ferro e atingiu a cabeça do idoso com um golpe.

Depois disso, um homem sinalizou atacar o fiscal, que se defendeu com a barra de ferro. A Guarda Municipal ficou, então, na frente do fiscal e apontou os teasers (armas de choque) para as pessoas que estavam próximas.

Investigações

A Polícia Civil vai instaurar inquérito para apurar a agressão.

A Prefeitura de Franca fez justificativa:

“A Vigilância Sanitária realiza ações de orientação e fiscalização sobre o comércio ambulante. Na manhã desta segunda-feira, 14, em trabalho de rotina, os fiscais detectaram a presença de um ambulante que já havia sido notificado, anteriormente, por 6 vezes. Durante abordagem houve o registro de mútuas agressões.

A Prefeitura de Franca não compactua com nenhuma forma ou tentativa de agressão. O fato, que já está em apuração pelas autoridades policiais, será também rigorosamente apurado pelo departamento de corregedoria do município.

Como parte dos trabalhos da Vigilância Sanitária, os fiscais orientam, inclusive, sobre meios de legalizar a atividade dos ambulantes, através do Programa ‘Venda Legal’, que consiste em suporte financeiro, através do Banco do Povo, cursos de qualificação e assessoria técnica.”

Nenhuma postagem para exibir