Vereadores tentam invadir rádio e treta vai parar na internet

A situação foi transmita pela rede social do vice-presidente da Câmara de Matão, João Silvério do Carmo (PP)

Haroldo Gonçalves após o jornalista Beto Pinotti acionar a polícia Foto: arquivo pessoal

Dois vereadores tentaram invadir os estúdios da rádio Cidades, nesta terça-feira (31), em Matão. João Silvério do Carmo (PP), vice-presidente da Câmara, e Haroldo Fernando Gonçalves (PL) foram até o local, após o jornalista José Roberto Pinotti, dizer que um dos parlamentares não teria cumprido a promessa de ajudar uma família da cidade.

A situação foi registrada em uma transmissão, divulgada pela rede social de Carmo. É possível ver, por meio das imagens, os dois parlamentares batendo com a mão no portão de entrada e acionando a campainha várias vezes. Contudo, não foram atendidos.

“Eu vou tentar falar ao vivo com Beto Pinotti, vamos ver se ele é o cara que diz ser mesmo”, disse João. Diante das negativas, o político afirmou que o jornalista só não o atende porque não gosta de falar a verdade. “O senhor é um mentiroso”.

Dentro da redação, de acordo com um profissional que presenciou os fatos, houve correria. Isso porque, devido ao eco das batidas no portão, o som causou susto.

Toda a situação começou após Beto Pinotti revelar que Carmo teria descumprido a promessa de ajudar a mãe de um menino, com fraldas e medicamentos, após o jovem de 12 anos ter passado um tempo na UTI.

O político, por sua vez, nega o fato. “Eu não fui, mas mandei entregar. Estava sem veículo, mas mandei um amigo entregar”, disse.

Polícia

Por conta do ocorrido a Polícia Militar foi acionada e um boletim de ocorrência foi registrado. A medida já havia sido anunciada por Pinotti, durante a transmissão de seu programa.

Após a chegada dos PMs, Haroldo Gonçalves publicou uma foto ao lado da viatura e usou o espaço para se pronunciar. “Nós queríamos um direito de resposta, não fomos para brigar e sim para um debate. Ele disse que fomos para chutar o portão, mentira. Eu acompanhei a polícia e dei a minha versão”, escreve.

Nenhuma postagem para exibir