UPA Norte será entregue no início de agosto

Unidade de Pronto Atendimento localizada no Simioni atenderá população estimada em 200 mil pessoas

Imagem ilustrativa de Duarte Nogueira - Foto: Divulgação

A prefeitura de Ribeirão Preto informou nesta quarta-feira, 15 de julho, a entrega da UPA Norte para o início do mês de agosto. “Vinte e uma unidades municipais de saúde já passaram por reforma desde 2017. Em agosto, será entregue e colocada em funcionamento a UPA Norte, localizada no Simioni, que atenderá uma população estimada em 200 mil pessoas”, disse o prefeito Duarte Nogueira.

A Unidade de Pronto atenderá a região formada pelos bairros Quintino Facci, Simioni e adjacências. O prédio comportará leitos de retaguarda, sala de medicação, inalação adulto e infantil, curativos, Raio-X, eletrocardiograma, sala para serviço social, duas salas para classificação de risco, quatro consultórios pediátricos e cinco para clínica médica.

A unidade também comportará farmácia, arquivo e dois quartos para isolamento, área para ambulância, sala de urgência, sala de higienização, setor de pronto atendimento, quatro consultórios adultos com sala de observação e posto de enfermagem, quatro consultórios infantis com sala de observação e posto de enfermagem, salas para direção, administração, reuniões, refeitório, copa, área para armazenagem de materiais, instalações para o SAMU e instalações para depósito de resíduos.

“A UPA Norte terá também laboratório de análises clínicas e equipamento de ultrassom de emergência, inovação adotada em unidades de emergência de países da Europa e América do Norte, onde o próprio médico emergencialista faz o ultrassom do paciente, diminuindo o tempo de diagnósticos, que passam a ser mais rápidos e mais aprimorados”, complementou o chefe do Executivo.

De acordo com o boletim epidemiológico também divulgado nesta quarta-feira (15), Ribeirão Preto tem 8.778 casos confirmados de COVID-19 (657 a mais que ontem) e 253 óbitos pela doença.

“Reforçamos a necessidade de colaboração da população no cumprimento de seis dicas básicas: lavar frequentemente as mãos; usar o cotovelo para cobrir a tosse; não tocar o rosto; manter distância segura; não sair de casa, se possível, e usar máscaras”, reforçou o chefe do Executivo.

A prefeitura também divulgou dados sobre a fiscalização de cumprimento das normas de controle do coronavírus na cidade, que foi intensificada nas últimas semanas. Entre os dias 8 e 14 de julho, a Guarda Civil Metropolitana, a Fiscalização Geral, a Vigilância Sanitária e a Polícia Militar, em ação conjunta, vistoriaram 379 estabelecimentos, com 68 notificações de paralisação. No período, também foram abordadas 215 pessoas sem máscaras e autuados nove estabelecimentos comerciais.

Nenhuma postagem para exibir