Trio é multado em R$5 mil por matar onça parda ameaçada de extinção, em Araraquara

Agentes chegaram ao grupo após uma denuncia anônima; assassinato da espécie é considerado crime ambiental

Foto: Divulgação / Polícia Ambiental

Dois homens e uma mulher receberam multa de R$5 mil reais, após matarem uma onça parda, no Assentamento Bela Vista, em Araraquara. A polícia chegou ao grupo, após uma denúncia anônima, nesta segunda-feira (21). O animal silvestre está na lista de espécies ameaçadas de extinção e a caça ou abate configura como crime ambiental. 

Segundo o Boletim de Ocorrência, a mulher,  K. L. G.,  ligou para dois vizinhos, após encontrar a onça em frente a casa. A suspeita teria pedido para que os homens matassem o animal, pois mora com duas crianças e estava com medo de que o bicho partisse para cima delas. 

Os dois homens, identificados como J. J. M. P. e N., foram ao local e, com uma espingarda calibre 22, que estava na casa da mulher, atiraram na onça que estava em uma árvore em frente a casa da mulher. Depois de matar o animal, os indivíduos ainda lançaram o corpo no Rio Chibarro, entre Araraquara e São Carlos.  

A Polícia Militar chegou ao grupo, após uma denúncia. No local, a mulher confirmou o crime e ainda disse não ter o registro da arma, pois a espingarda supostamente seria de um familiar falecido.  

O grupo foi encaminhado ao Plantão Policial, onde foram autuados por posse ilegal de arma de fogo e por matar animal silvestre ameaçado de extinção com uma multa de R$5 mil. A arma foi apreendida e ficou depositada na Delegacia.

Nenhuma postagem para exibir