Três meses após inauguração, viaduto Profissionais da Saúde passa por reformas em Ribeirão

Obra foi entregue em fevereiro deste ano, sob alerta de engenheiros para problemas na estrutura que levariam à futuras restaurações

Três meses após ser inaugurado, viaduto Profissionais da Saúde passa por obras de reparação. De acordo com a Empresa de Trânsito e Transporte Urbano de Ribeirão Preto (Transerp), na manhã desta terça-feira (11), a pista em direção à avenida Nove de julho foi totalmente interditada para restauração da malha asfáltica. 

A obra, que interliga a avenida Maria de Jesus Condeixa com a avenida Antônio Diederichsen, foi inaugurada em fevereiro deste ano, sob alerta de engenheiros para possíveis restaurações que deveriam ser feitas no futuro, devido a problemas na estrutura da construção.

Em entrevista ao programa Thathi Repórter, em março deste ano, o engenheiro Lucas Miranda, já sinalizava falhas no viaduto, como problemas no alinhamento da estrutura, ondulações no asfalto e infiltrações. “Encontrar isso em uma estrutura que é novíssima, significa que em menos de dois ou três anos nós vamos ter que fazer reformas”. 

Veja no vídeo abaixo a entrevista completa de Correa Jr. com o engenheiro civil. 

De acordo com o engenheiro, um gasto que poderia ter sido evitado, se a obra tivesse sido feita com uma estrutura de qualidade. “É inadmissível isso”, disse o engenheiro, “a gente pagou caro em uma ponte e vamos ter que pagar mais caro para fazer a reforma”. 

Reforma

Diferente das previsões do engenheiro, a reforma, na verdade, veio três meses após a entrega do viaduto. Construída sobre o córrego Retiro Saudoso, na avenida Maria de Jesus Condeixa, a obra é a décima do programa Ribeirão Mobilidade. Iniciada em setembro de 2019, foi entregue em fevereiro deste ano, com orçamento de cerca de  R$15,5 milhões. Porém, mesmo antes da inauguração, já era possível ver ondulações no asfalto da ponte, veja no vídeo ao lado.

De acordo com a Transerp, a rodovia que vai em direção à avenida Nove de Julho foi interditada para os reparos na pavimentação. Em nota, a empresa pediu que os condutores redobrem a atenção e diminuam a velocidade para evitar acidentes. “Além disso, uma equipe técnica estará em monitoramento ao andamento dos serviços a fim de garantir a segurança necessária aos condutores e pedestres na região”.

Outro lado 

Em nota, a Secretaria de Obras informou que as alterações são realizadas sem ônus ao município e que já estavam contempladas pelo investimento previsto. “A empresa contratada está realizando os serviços das juntas de dilatação do pavimento para melhor condição do pavimento”, disse.